Mulher que já esteve na lista das 10 brasileiras mais procuradas da Interpol foge de Presídio de Caxias - Polícia - Pioneiro

Fuga23/07/2017 | 16h36Atualizada em 24/07/2017 | 09h09

Mulher que já esteve na lista das 10 brasileiras mais procuradas da Interpol foge de Presídio de Caxias

Fuga aconteceu embaixo de guarita de guarda durante período de visitação

Mulher que já esteve na lista das 10 brasileiras mais procuradas da Interpol foge de Presídio de Caxias Foto: Reprodução/InterpoL/
Foto: Foto: Reprodução/InterpoL

Por volta de 12h30min deste domingo, a apenada Sonia Regina Gomes, 40 anos, aproveitando a movimentação no pátio do dia de visitação, conseguiu escalar o muro e fugir do Presídio Regional de Caxias do Sul (PICS). A ação ocorreu logo abaixo da guarita onde havia o policial militar, que seria o responsável pela vigilância. 

Leia mais:
Procurada da Interpol presa na Serra era moradora de Caxias do Sul
Homem é morto após confronto com a Brigada no bairro Montes Claros, em Caxias

A detenta conseguiu acessar a BR-116, onde pode dar prosseguimento à fuga com a ajuda de um veículo. Em 2013, quando foi presa em uma blitz, ela constava como uma das 10 brasileiras mais procuradas da Interpol. A traficante passou sete meses na Penitenciária Industrial de Caxias do Sul. Foi transferida para Foz do Iguaçu, no Paraná, onde ficou presa por três meses. Solta, voltou à Serra Gaúcha.

A prisão, na ocasião, ocorreu por acaso, durante uma blitz de rotina realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em São Marcos. Sonia, na época, morava no bairro Santa Fé, em Caxias.

ias.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros