Adolescente confessa morte de ex-namorada em Caxias - Polícia - Pioneiro

Feminicídio03/07/2017 | 19h08Atualizada em 03/07/2017 | 19h10

Adolescente confessa morte de ex-namorada em Caxias

Jovem de 17 anos já cumpre medida socioeducativa no Casemi por envolvimento em roubo

Pioneiro
Pioneiro

O Ministério Público (MP) avalia se representará pela internação do adolescente de 17 anos que matou Ketlin Aparecida de Lima, 27 anos. A jovem foi esfaqueada na Rua Borges de Medeiros, próximo à escadaria do Parque dos Macaquinhos, em 21 de junho e morreu na tarde do último sábado. 

Ainda na semana passada, o rapaz confessou à Polícia Civil ter esfaqueado a ex-namorada durante uma discussão passional.

Leia mais:
Assaltante é baleado ao tentar roubar vigilante em Caxias do Sul
Casal é flagrado vendendo drogas no bairro Salgado Filho, em Caxias do Sul

O jovem, que não pode ter a identidade divulgada em razão do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), está ligado ao Centro de Atendimento Socioeducativo em Semiliberdade (Casemi) e só tem autorização para sair da instituição para estudar. A medida socioeducativa é referente a um crime de roubo. Foi durante o período na rua que o adolescente encontrou Ketlin. 

— Ele confessou a autoria da facada, que foi por um motivo fútil. O adolescente afirma que namorou com a vítima por quatro meses e que estavam separados há 30 dias. Em depoimento, ele contou que a conversa seria para reconciliação, mas virou uma discussão e ocorreram as agressões — relata o delegado Joigler Paduano, titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Este foi o quinto feminicídio (assassinato de mulher em razão do gênero) registrado em Caxias do Sul neste ano. Em dois casos, os autores cometeram suicídio após o crime. Apenas um caso — a morte de Maria da Conceição Lima Feijó, 65, no bairro Esplanada — ainda não foi resolvido. O suspeito, Marco Aurélio dos Santos, 54, fugiu após o crime e segue sendo procurado.

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros