Pai e filho gravemente feridos durante briga em Paraí continuam hospitalizados - Polícia - Pioneiro

Investigação17/05/2017 | 19h06Atualizada em 17/05/2017 | 19h12

Pai e filho gravemente feridos durante briga em Paraí continuam hospitalizados

Polícia Civil ainda investiga incidente. De acordo com delegado, envolvidos são trabalhadores rurais sem antecedentes criminais.

Pioneiro
Pioneiro

A Polícia Civil de Nova Prata ainda não tem conclusão sobre as motivações de uma briga que deixou vários feridos em Paraí. José Lagni, 51, e o filho dele, Jaison Lagni, 22, ficaram gravemente feridos no tumulto que ocorreu durante uma confraternização num salão paroquial, no último domingo.

— Já ouvimos várias testemunhas e pretendemos colher mais depoimentos nos próximos dias. As razões ainda são incertas. Acredito que só iremos elucidar quando ouvirmos José ou Jaison, que foram, visivelmente, os principais alvos — relata o delegado André de Matos Mendes.

Leia mais:
Pai e filho ficam gravemente feridos após briga generalizada em Paraí
Polícia identifica três suspeitos de roubos a ônibus em Caxias do Sul

O rapaz de 22 anos teve a mão decepada a golpes de arma branca, possivelmente desferidos por um facão, e segue internado no Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo. No entanto, a situação mais grave é a do pai dele, que sofreu violentos golpes na cabeça e permanece em estado crítico na UTI do Hospital Pompéia, em Caxias do Sul. Os dois são trabalhadores rurais.

— Todos depoimentos convergem para um desentendimento, mas não sabemos a causa exata. Nenhum dos envolvidos tem antecedentes — acrescenta.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros