Após operação, BM vai implantar posto móvel em condomínio popular de Caxias - Polícia - Pioneiro

Operação Campos11/05/2017 | 08h59Atualizada em 11/05/2017 | 13h09

Após operação, BM vai implantar posto móvel em condomínio popular de Caxias

Mais de 250 agentes policiais e oficiais de Justiça cumpriram 40 mandados de busca no loteamento Campos da Serra

Após operação, BM vai implantar posto móvel em condomínio popular de Caxias Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Após a maior operação policial da história de Caxias do Sul, a Brigada Militar anunciou que vai implantar um posto móvel no loteamento Campos da Serra para afastar os traficantes e combater outros crimes. Segundo o major Jorge Emerson Ribas, comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), a ideia é aproveitar a Operação Campos, deflagrada na manhã desta quinta-feira, para permanecer no condomínio e trazer segurança efetiva aos moradores.

Leia mais
Operação Campos mobiliza 257 agentes na busca por armas, drogas e foragidos

Campos da Serra sofre com vandalismo, tráfico e falta de escola, em Caxias

— A gente pretende instalar uma base móvel comunitária, com os policiais fixo, e o apoio de uma viatura mais reforçada, da Companhia de Operações Especiais (COE), para fazer patrulhamento e abordagens, como a identificação de algum carro suspeito que se dirija para a região — explica o comandante do 12º BPM.

O condomínio popular é considerado uma área sensível da cidade e diariamente o 190 recebe denúncias do tráfico de drogas no loteamento. Além de cumprir mandados na busca por entorpecentes e armas, a intenção da Operação Campos era dar esta resposta a comunidade.

— Não temos as condições de atender todas as regiões como gostaríamos, por isso precisamos focar alguns locais e ter objetivos estabelecidos. O Campos da Serra já era uma intenção (de reforço). A ideia é aproveitar esta ação forte e integrada e permanecer no condomínio para afastar estes traficantes. Iremos estabelecer uma segurança efetiva aos moradores — explica o major Ribas.

Na manhã desta quinta-feira, 257 agentes da Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, além de oficiais de Justiça, cumpriram 40 mandados de busca e apreensão nos condomínios I, IV, V e VII da comunidade. Até o início da manhã, uma pessoa havia sido presa por posse de munição.



 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros