Edital que possibilita a contratação de guardas municipais em Caxias tem validade até dia 15 - Polícia - Pioneiro

Mallmann reassume03/04/2017 | 19h11Atualizada em 03/04/2017 | 19h58

Edital que possibilita a contratação de guardas municipais em Caxias tem validade até dia 15

Decisão está nas mãos do prefeito Daniel Guerra

Edital que possibilita a contratação de guardas municipais em Caxias tem validade até dia 15 André Tajes/Agencia RBS
Secretário José Francisco Mallmann reassumiu secretaria de segurança de Caxias do Sul nesta segunda Foto: André Tajes / Agencia RBS

Após realizar uma viagem programada com a família ainda no ano passado, José Francisco Mallmann reassumiu, na segunda, a Secretaria de Segurança Pública de Caxias do Sul  sem saber se contará com o reforço de 55 novos guardas municipais. O edital expira no dia 15 de abril e a decisão de nomear os novos servidores está nas mãos do prefeito Daniel Guerra. Apesar da promessa de fortalecer a Guarda Municipal em campanha, a convocação dos aprovados depende da situação financeira do município.

O secretário Mallmann admite que não pensou na hipótese de os aprovados não serem chamados.

— Se isso ocorrer, vamos ter que buscar uma alternativa. Não tenho um plano B. Ainda não falei com o prefeito (sobre a contratação), o que ocorrerá ao longo das duas próximas semanas. Quinze de abril é a data que temos. A situação é uma preocupação do prefeito, só que antes era necessário ver o comportamento da arrecadação do município nos primeiros meses. A decisão é do prefeito. Lógico que a minha vontade é pela contratação — afirma Mallmann.

O reforço na Guarda é fundamental para tirar do papel o projeto de Polícia Municipal. Hoje, a corporação tem 192 servidores, número insuficiente para atender áreas públicas e atuar na prevenção da violência.

Sobre o primeiro trimestre de trabalho, o secretário exaltou as operações da Guarda Municipal _ Estação Férrea, Centro Legal e Cerca Viva _ e a criação de uma Diretoria de Inteligência, que foi polêmica durante sua ausência. O vereador Rodrigo Beltrão (PT) classificou o serviço de KGB municipal", numa alusão ao serviço secreto da antiga União Soviética. Mallmann salienta que novo regimento interno da secretaria será apresentado na Câmara de Vereadores até o final do semestre.

— Segurança pública é investimento em infraestrutura, inteligência e homens na rua. O nome diz tudo: iremos trabalhar com planejamento, integração das forças, mapeamento a criminalidade e atuação de forma sistêmica. Precisamos ter uma doutrina de inteligência. Não podemos trabalhar de forma aleatória. Essa polêmica foi uma desinformação. Quem precisa se preocupar com nosso trabalho de inteligência é o criminoso —  garante.

R$ 150 mil

De notícia positiva, o secretário Mallmann ressaltou a emenda parlamentar do deputado Carlos Gomes (PRB-RS). Segundo ele, serão R$ 250 mil para serem investidos na Guarda Municipal. Ainda não há data para o recurso ser disponibilizado.

— Este valor será implementado onde é mais necessário e será a própria Guarda quem decidirá. Aguardo relatório sobre a questão.

 


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros