Decoração de prédio vira alvo de ladrões em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Prejuízo08/04/2017 | 13h51Atualizada em 08/04/2017 | 13h51

Decoração de prédio vira alvo de ladrões em Caxias do Sul

Moradores do condomínio Paraíso se uniram para revitalizar canteiros, mas o que eles não imaginavam é que esta simples ação viraria alvo de furtos

Decoração de prédio vira alvo de ladrões em Caxias do Sul Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Pedras são levadas por ladrões desde dezembro do ano passado. Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Preocupados com a degradação da Rua Do Guia Lopes, no Centro, moradores do condomínio Paraíso se uniram para revitalizar o passeio público. Além da reforma da calçada, os canteiros das seis árvores em frente ao edifício foram enfeitados com pedras decorativas e receberam placas de alerta para donos de cachorros. A ação voluntária, no entanto, virou alvo de criminosos. 

Leia mais:
Após ataques, Guarda Municipal sugere melhorias no Cemitério Público de Caxias
Lutador de jiu-jitsu é condenado por matar jovem durante festa em São Marcos
Em mensagem, secretário de Saúde de Caxias diz que médicos "nunca foram tão menosprezados"
Médicos de Caxias devem paralisar atividades na próxima semana

— As pessoas estão vindo e recolhendo as pedras com sacolas. Tivemos todo o trabalho e cuidado para deixar a cidade mais bonita. Quem rouba deste jeito não pode reclamar do que acontece em Brasília — lamenta Sueli Casagrande Medeiros, 73 anos, que é síndica do condomínio Paraíso há 10 anos.

A reforma foi feita em dezembro. Desde então, as pedras brancas estão sendo levadas aos poucos. O edifício possui câmeras de monitoramento e flagrou diversos furtos. A maioria dos ladrões chega de carro.

— Nós arrumamos todo o nosso prédio e revitalizamos a fachada e a calçada. Decidimos enfeitar pois, se cada prédio cuidar de seu passeio público, nossa cidade fica mais bonita — comenta a síndica.

Além de embelezar, as pedras brancas evitam o crescimento de mato no canteiro da árvore.

Foram investidos R$ 100 em pedras para cada canteiro.

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros