Polícia prende suspeito de matar servidora pública em Caxias - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Violência20/02/2017 | 10h54Atualizada em 20/02/2017 | 14h09

Polícia prende suspeito de matar servidora pública em Caxias

Eliane Stedile Busellato, 48 anos, foi assassinada em um tentativa de assalto na noite de domingo

Polícia prende suspeito de matar servidora pública em Caxias Juliana Bevilaqua/Agência RBS
Crime aconteceu na Rua Bortolo Zani Foto: Juliana Bevilaqua / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

Após uma denúncia, a Brigada Militar de Caxias do Sul prendeu na manhã desta segunda-feira um dos suspeitos de matar a servidora pública Eliane Stedile Busellato, 48 anos, na noite de domingo. O homem, que não teve a identidade revelada, estava escondido numa casa na Rua Amádio Perini, bairro Diamantino. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA).

Leia mais:
Mulher é baleada no bairro Bela Vista, em Caxias do Sul
Morre mulher baleada no bairro Bela Vista, em Caxias

A Polícia Civil ainda checa informações e tenta identificar todos os criminosos responsáveis por assassinar Eliane numa tentativa de assalto na Rua Bortolo Zani, bairro Cruzeiro. Ela foi atingida com dois tiros no pescoço, quando, supostamente, reagiu e acelerou o carro em que estava. A mulher chegou a ser socorrida, mas morreu poucas horas depois no Hospital Pompéia.

De acordo com o delegado Mário Mombach, da Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec), uma equipe de investigadores trabalha no caso desde a noite do crime e tenta entender o que aconteceu antes da abordagem à vítima, o momento do ataque e como foi a fuga dos assaltantes. 

— Até o final do dia pode ser que tenhamos informações mais concretas. No momento seguimos na investigação — explica Mombach.

Conforme a Brigada Militar (BM), Eliane estava dentro de um Focus quando uma S10 parou em frente ao veículo por volta de 18h30min. Um homem desceu e anunciou o assalto. A mulher andou com o carro e o assaltante disparou contra o Focus e fugiu.

A S10, segundo a BM, havia sido roubada minutos antes na Rua Antônio Broilo, no bairro Cruzeiro. O motorista do veículo, que foi feito refém, contou à polícia que foi abordado por três homens que estavam em um Palio. No caminho, antes de abordarem Eliane, eles tentaram roubar um Siena, mas não conseguiram. Após balear a vítima, o trio fugiu e deixou o motorista da S10 na Rua Natal Idalino Fadanelli, no bairro Planalto. Eles ainda roubaram um Logan e fugiram. 

Eliane deixava a casa dos pais quando foi assassinada. Ela era servidora pública municipal e atuava na área da contabilidade da Secretaria da Fazenda. Ela deixa duas filhas, de seis e 22 anos. O velório deve iniciar no começo da tarde desta segunda-feira, na sala A das Capelas São José do bairro Cruzeiro. O sepultamento ocorre na terça-feira, às 10h, no Cemitério do bairro Cruzeiro, após uma missa de corpo presente, às 9h, na Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus.

Em nota publicada na noite de domingo, o prefeito Daniel Guerra (PRB) lamentou a morte da servidora e ressaltou o interesse no combate à violência. Confira o texto na íntegra:

NOTA DE PESAR

Acabamos de ser surpreendidos com mais um assassinato em nossa cidade. É lamentável, triste e motivo de muita indignação saber que a vida da servidora pública municipal Eliane Stedile Busellato, 48 anos, foi tirada de forma impiedosa, durante um assalto na noite deste domingo (19/02/2017), enquanto ela saía da casa dos pais, no bairro Bela Vista. À família de Eliane, que era caxiense e trabalhava como técnica em contabilidade no município, em especial às suas duas filhas, nosso mais profundo sentimento de solidariedade e amparo.

Por Eliane, por todas as vidas que se foram de forma brutal nos últimos tempos e pelos familiares que ficam sofrendo por causa da ausência e da saudade, queremos dizer que a prefeitura, dentro de suas atribuições legais, tem se empenhado em busca de mais segurança à comunidade.

Reafirmamos nossa disposição em envolver todos os poderes e orgãos públicos no combate à violência e na busca da cultura da paz e de um convívio mais acolhedor.

Através da Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social, em conjunto com as demais unidades, a administração municipal se coloca como parceira do Estado a colaborar para que nossa população não seja mais alvo de bandidos. Por uma cidade mais humanizada, temos de juntar forças e nos unir para evitar a ação de criminosos e poder cultivar um ambiente mais pacífico para se viver.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros