Secretário de segurança vai convocar reunião sobre violência na Estação Férrea, em Caxias - Polícia - Pioneiro

Após assassinato07/01/2017 | 18h07Atualizada em 07/01/2017 | 18h07

Secretário de segurança vai convocar reunião sobre violência na Estação Férrea, em Caxias

Na madrugada deste sábado, um jovem foi esfaqueado e morreu

Secretário de segurança vai convocar reunião sobre violência na Estação Férrea, em Caxias Roni Rigon/Agencia RBS
Guilherme Yuri Padilha, 19 anos, foi golpeado no abdômen Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O secretário municipal de Segurança Pública e Proteção Social, José Francisco Mallmann, promete marcar uma reunião com diversos órgãos para tratar de ações para a Estação Férrea, onde mais um jovem foi assassinado em Caxias do Sul. Guilherme Yuri Padilha, 19 anos, foi morto com uma facada na madrugada deste sábado. Ele sofreu uma facada no abdômen, chegou a ser socorrido ao Hospital Pompéia, mas faleceu pouco depois.

— Não é possível mais. Teremos que ter uma operação permanente de segurança social. Quero ver as condições dos outros órgãos para isso — aponta Malmann.

Leia mais:
Jovem morto na Estação Férrea teria se envolvido em briga em Caxias

Jovem de 19 anos é morto a facada no bairro São Pelegrino, em Caxias do Sul
'A guarda estará à disposição da sociedade', afirma novo secretário de segurança de Caxias do Sul
Baleados na Estação Férrea, em Caxias, não correm risco de morte
Jovem é esfaqueado no Largo da Estação Férrea, em Caxias do Sul
Suspeito de matar jovem na Estação Férrea, em Caxias, é detido
Homem morre atingido por um tiro na nuca em Caxias do Sul


O plano do secretário é convidar Brigada Militar, Polícia Civil, secretarias de Trânsito e de Meio Ambiente, Conselho Tutelar e outros órgãos para debater o problema. Ele conta que esteve na região da Estação na tarde deste sábado e conversou com moradores das imediações no bairro São Pelegrino. Mallmann ouviu reclamações a respeito de barulho e badernas.

Além de pensar em soluções para combater a insegurança, o debate também deve girar em torno dos jovens, que encontram na Estação Férrea um espaço para se reunir. É comum a aglomeração de moças e rapazes tanto na Rua Coronel Flores quanto na Dr. Augusto Pestana.

— Também queremos ver como estão os estabelecimentos, chamar o Bombeiros, ver se todos têm PPCI, se têm alvará. É um trabalho que envolve vários órgãos de fiscalização — acrescenta o secretário.


 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros