Polícia Civil e IGP recebem reforço de agentes da Força Nacional no RS - Polícia - Pioneiro

Segurança20/11/2016 | 14h29Atualizada em 20/11/2016 | 14h31

Polícia Civil e IGP recebem reforço de agentes da Força Nacional no RS

Mais policiais, peritos e viaturas devem auxiliar no combate à criminalidade

Polícia Civil e IGP recebem reforço de agentes da Força Nacional no RS Jonas Ramos/Agencia RBS
Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A partir desta segunda-feira, a Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) receberão reforço de efetivo e equipamentos no Rio Grande do Sul. Serão quatro peritos, seis papiloscopistas (peritos que trabalham na identificação por meio de impressões digitais), 27 policiais e duas viaturas à disposição para ajudar no combate à criminalidade. As cidades onde os profissionais devem atuar ainda não foram divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública.

Leia mais:
Policiamento comunitário é tema de seminário internacional em Caxias
Dupla é presa após assaltar ônibus na BR-116, em Caxias
Famílias do Vila Amélia II tentam ocupar área pública no bairro Villagio Iguatemi em Caxias
BM prende trio por furtos ao comércio em Gramado, Canela e Nova Petrópolis
Incêndio destrói casa em Bento Gonçalves

A solicitação de mais policiais e peritos no estado foi feita pelo governador José Ivo Sartori no começo de novembro, em reunião com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em Brasília. Na ocasião do encontro entre o governador e o ministro, ficou garantida a prorrogação da permanência de tropas da Força Nacional de Segurança no Rio Grande do Sul por tempo indeterminado. Os profissionais atuam em Porto Alegre desde o fim de agosto e, inicialmente, permaneceriam até o fim de outubro.

Reforço por 30 dias

De acordo com o delegado regional Paulo Roberto Rosa da Silva, Caxias do Sul recebeu o reforço de oito policiais. Eles estão atuando desde o dia 9 de novembro, focados em trabalhos na Delegacia de Homicídios e Desaparecidos (DHD) e na Delegacia de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec). O prazo de permanência dos servidores é até 9 de dezembro. 

— Os reforços de policiais fazem parte da Operação Serra. A princípio, depois dos primeiros 30 dias, uma nova turma de oito policiais deve assumir os trabalhos até o início de 2017. A cidade de Nova Petrópolis também recebeu cinco policiais, que ficam na cidade até 9 de dezembro — explica o delegado.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros