Com morte no Kayser, número de assassinatos em 2016, em Caxias, se iguala ao do ano mais violento da história - Polícia - Pioneiro

Assassinato 13723/11/2016 | 17h10Atualizada em 24/11/2016 | 09h50

Com morte no Kayser, número de assassinatos em 2016, em Caxias, se iguala ao do ano mais violento da história

Um homem foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira na Avenida Bruno Segalla

Com morte no Kayser, número de assassinatos em 2016, em Caxias, se iguala ao do ano mais violento da história Felipe Nyland/Agencia RBS
Crime aconteceu no sentido São Leopoldo-Kayser Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Com a marca de 137 assassinatos alcançada na tarde desta quarta-feira, o ano de 2016 está próximo de ser considerado o mais violento da história de Caxias do Sul. O número de casos registrados até as 19h é igual ao contabilizado em 2010, ano, até então, com mais mortes na cidade. 

Por volta das 16h, um homem de 30 anos foi morto a tiros na Avenida Bruno Segalla - Perimetral Sul. Ele foi identificado como Maurício Chaida e estava em liberdade provisória. 

Leia mais:
Adolescente é ferido com golpe de faca em praça de Vacaria 
Após roubar pedestres, homem é detido por populares em Caxias
Encontrado corpo de homem desaparecido desde domingo em Farroupilha 

Conforme informações de testemunhas, Chaida conduzia uma motocicleta, com placas de Caxias do Sul, quando outra motocicleta passou por ele, no sentido São Leopoldo-Kayser, e o caroneiro efetuou diversos disparos. Uma mulher ainda não identificada estava na carona de Chaida e também foi atingida. Ela foi encaminhada em estado grave para o Hospital Pompéia.

Assassinatos em Caxias do Sul:
2016 e 2010:
137
2012: 134
2010: 128
2011: 125
2006: 121



 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros