Saboaria popular criada por mulheres durante a pandemia muda-se para sede na Zona Norte de Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Margaridas florescendo12/10/2020 | 14h47Atualizada em 12/10/2020 | 14h47

Saboaria popular criada por mulheres durante a pandemia muda-se para sede na Zona Norte de Caxias do Sul

Integrantes da Las Margaritas celebram instalação que tem como objetivo a mobilização comunitária e valorização do local onde vivem

Saboaria popular criada por mulheres durante a pandemia muda-se para sede na Zona Norte de Caxias do Sul Porthus Junior/Agencia RBS
A nova sede marca mais uma etapa de florescimento do negócio, que vem aumentando sua produção e ganhando cada vez mais visibilidade Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

É justamente na Rua dos Agricultores, do bairro Belo Horizonte, que estão plantadas, agora, as ações da Saboaria Popular Las Margaritas. A cooperativa formada por mulheres da Zona Norte de Caxias do Sul durante a pandemia, está em atividade desde maio, mas funcionava em um espaço emprestado, no bairro Vinhedos. A nova sede, ocupada desde o final de setembro, marca mais uma etapa de florescimento do negócio, que vem aumentando sua produção e ganhando cada vez mais visibilidade. Além de ficar mais perto de suas integrantes, otimizando a produção, a inserção no local pretende atuar pela mobilização comunitária e pela valorização da região da qual elas fazem parte.

Leia mais
Saboaria popular criada por mulheres de Caxias pretende garantir renda e amenizar os impactos da pandemia

— Estar aqui na região sempre foi nosso desejo, mas quando começamos não havia esta possibilidade. Encontramos este espaço na metade de setembro e graças à rede parceira que nos auxilia, conseguimos vir. Acreditamos que a nossa experiência possa trazer impactos positivos à comunidade — afirma Andréa Wahlbrink, uma das coordenadoras do projeto e integrante do Movimento de Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD) de Caxias do Sul, no qual a ideia da saboaria teve origem.

Além de ser uma das primeiras apoiadoras do projeto, a Cáritas Diocesana de Caxias do Sul continua sendo parte da rede de apoio do projeto. A iniciativa também conta com o incentivo da Incubadora Social e Tecnológica da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 01/10/2020. Nova sede da Saboaria Popular Las Margaritas que está sendo preparada com grafites do Andrigo. A nova sede, inserida na comunidade, era vontade do grupo de idealizadoras desde o início do empreendimento. Mostramos como está sendo este novo momento do negócio e conversar com as participantes para saber como suas vidas estão sendo impactadas pela produção de sabões e sabonetes. (Porthus Junior/Agência RBS)<!-- NICAID(14606969) -->
Além de ficar mais perto de suas integrantes, otimizando a produção, a inserção no local pretende atuar pela mobilização comunitáriaFoto: Porthus Junior / Agencia RBS

Em pouco mais de quatro meses de atividades, a Saboaria Popular Las Margaritas ainda não garante renda fixa, mas tem sido um importante vínculo para as mulheres que dela fazem parte. Às 10 participantes do projeto, outras três somaram-se recentemente. De todo o grupo, 11 mulheres atuam na produção, uma nas entregas e outra nas redes sociais, que são canais de divulgação e de venda dos produtos.

Além de sabão e sabonetes feitos com diferentes ervas naturais, a saboaria incluiu em seu mix de produtos sais aromatizados para escaldapés. Os encontros, que antes ocorriam duas vezes por semana, com a aproximação da sede, puderam ser aumentados para três dias, dando conta de uma produção semanal média de 450 itens.

Para Fábia de Oliveira, que integra a cooperativa desde o início, a mudança do Vinhedos para o Belo Horizonte, fez toda diferença. Moradora do Vila Ipê, bairro vizinho, ela dependia de transporte para participar da produção. Como forma de minimizar os riscos de contágio por coronavírus, ela e outras integrantes da região deslocavam-se de carro contratado por aplicativo, o que também gerava mais custos ao projeto.

— Agora posso vir a pé, fica muito mais prático e conseguimos produzir três vezes por semana. Só não viemos mais porque ainda não tem tanta demanda — relata a mãe de família que trabalhava na indústria e ficou desempregada ainda antes da pandemia.

— Meu marido ainda trabalha, mas está bem difícil. Ainda estou procurando emprego, mas adoro fazer isso aqui e está sendo um grande aprendizado para mim — completa Fábia.

"Em meio ao caos, nasce uma flor"

A frase "Eles não sabiam que margarida era semente", que simboliza a luta de mulheres trabalhadoras e camponesas brasileiras, ganhou espaço em uma das paredes da nova sede. Ela é atribuída a Maria da Soledade, amiga de Margarida Maria Alves, líder sindical paraibana que inspirou o nome da saboaria.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 01/10/2020. Nova sede da Saboaria Popular Las Margaritas que está sendo preparada com grafites do Andrigo. A nova sede, inserida na comunidade, era vontade do grupo de idealizadoras desde o início do empreendimento. Mostramos como está sendo este novo momento do negócio e conversar com as participantes para saber como suas vidas estão sendo impactadas pela produção de sabões e sabonetes. (Porthus Junior/Agência RBS)<!-- NICAID(14606965) -->
O rosto de Margarida Maria Alves é destaque na arte em grafite assinada pelo artista caxiense Andrigo MartinsFoto: Porthus Junior / Agencia RBS

O rosto de Margarida é destaque na arte em grafite assinada pelo artista caxiense Andrigo Martins. Morador da comunidade na qual Las Margaritas surgiram - e agora se instalam - ele fez questão de deixar sua marca no projeto, grafitando, também, a fachada da casa e uma geladeira utilizada na produção dos sabões e sabonetes artesanais.

— Sempre me disponibilizo a somar com espaços de resistência. A gente sabe que os moradores aqui da região foram os primeiros impactados com a crise da pandemia. Este projeto poderia estar dentro de um shopping ou em outro lugar mais central, mas está aqui, mostrando de que mãos são feitos os produtos, descentralizando, trazendo inspiração e esperança para a comunidade que passa por tantas dificuldades. Em meio ao caos, nasce uma flor — conclui o artista.

Conheça a saboaria

:: A nova sede da saboaria fica na Rua dos Agricultores, 289, no bairro Belo Horizonte.

:: Os sabões e sabonetes artesanais podem ser conferidos e adquiridos pelo Instagram ou Facebook. Informações também pelo e-mail lasmargaritas.saboaria@gmail.com. 

:: A cooperativa coleta óleo de cozinha usado, que é reaproveitado na produção. Colaborações em dinheiro para o projeto podem ser feitas pelo site  Apoia.se.

Leia também
Cetec UCS anuncia continuidade das aulas de forma síncrona até o final do ano

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros