Pandemia: "Quis buscar renovação", conta caxiense que eliminou 30 quilos durante isolamento  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Saúde21/10/2020 | 15h08Atualizada em 21/10/2020 | 15h37

Pandemia: "Quis buscar renovação", conta caxiense que eliminou 30 quilos durante isolamento 

Ao passar mais tempo em casa, Jaqueline Izibel da Silva focou em mudar hábitos alimentares e fazer exercícios 

Pandemia: "Quis buscar renovação", conta caxiense que eliminou 30 quilos durante isolamento  Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Ao passar mais tempo em casa, Jaqueline Izibel da Silva focou em mudar hábitos alimentares e fazer exercícios Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

"Eu não quero passar por esse momento e ser a mesma Jaque." Jaqueline Izibel da Silva, 25 anos, de Caxias do Sul, decidiu encarar a pandemia de coronavírus como um divisor de águas: ela sairia do isolamento transformada. E essa mudança precisava ser vista por todos que a conheciam. O que ela fez? Cuidou de si. De férias na empresa e com as aulas da universidade suspensas, ela aproveitou o tempo em casa para avaliar o que queria mudar. 

  —  A pandemia, para mim, foi um freio no mundo inteiro porque tudo parou. Nem caminhar na rua nós podíamos. Comecei a pensar: "não quero passar simplesmente por essa situação como se isso fosse normal. Vou ficar em férias forçadas e aceitar com normalidade?" Quis buscar um período de renovação. E foi um período difícil, sim, porque você não podia ver as pessoas que gostava, não podia fazer nada diferente, mas eu não admitia ser a mesma Jaque quando tudo acabasse. 

Leia mais
Pandemia: qual o impacto do coronavírus na saúde mental dos caxienses 
Caxienses contam como encaram o novo normal em casa ou na rua em meio à pandemia

Jaqueline passou a olhar para si. A jovem queria se ver diferente para que os outros também percebessem a mudança. Ela pesava 100 quilos, o máximo a que chegou. Depois de se analisar, pensou que esse seria o foco: emagrecer, mas não com dietas malucas, e sim com reeducação alimentar e atividade física. A jovem olhava conteúdos na internet, lia e pesquisava sobre alimentação e dietas e também acompanhava as redes sociais de nutricionistas.  Determinada a mudar, ela eliminou 30 quilos em cinco meses: 

  —  Fui diminuindo a quantidade de comida. Eu não tive acompanhamento com nutricionista e nem educador físico, fiz por mim mesma.  Cuidei a questão dos nutrientes porque não queria só emagrecer, eu queria mudar meus hábitos alimentares, e ser uma pessoa melhor. Comecei a investir na leitura para investir em cuidar de mim.

A jovem também passou a se exercitar e improvisava com o que tinha em casa. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 20/10/2020 - Jaqueline Silva aproveitou o período de pandemia do coronavírus para cuidar de si. Por conta própria, pesquisou e começou a fazer exercícios em casa, e emagreceu 30 quilos. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14621563) -->
Ao passar mais tempo em casa Jaqueline Izibel da Silva focou em mudar hábitos alimentares e fazer exercícios Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

  —  Tudo o que eu achava que podia servir de peso eu pegava. Arrastava a mesa da cozinha, acessava o YouTube e pegava saco de arroz, cabo de vassoura, embalagem de amaciante e malhava. Nos dias frios, sentia muita preguiça. Mas eu pensava que não podia ser a mesma Jaque. Os tempos difíceis não duram para sempre e acreditava que quando pudesse ir para a rua eu não seria mais a mesma. Essa era minha motivação: ser vista de forma diferente   —  conta. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 20/10/2020 - Jaqueline Silva aproveitou o período de pandemia do coronavírus para cuidar de si. Por conta própria, pesquisou e começou a fazer exercícios em casa, e emagreceu 30 quilos. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14621549) -->
Ao passar mais tempo em casa Jaqueline Izibel da Silva focou em mudar hábitos alimentares e fazer exercícios Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Depois de eliminar 30 quilos, ela passou a se sentir melhor e motivada para as tarefas rotineiras. Com as novas regras, agora de distanciamento controlado e a retomada de atividades, se matriculou recentemente em uma academia para manter os cuidados com a saúde física e mental. 

TREINOS EM CASA 

Se por um lado o ficar em casa pode ser uma chance para mudar a rotina, por outro o isolamento desencadeou ansiedade e criou "armadilhas alimentares", que podem ter levado muitas pessoas a engordar.  Lanches rápidos, chocolate, hambúrguer, pizza, lasanha, massa e muitos outros pratos passaram a ser ainda mais frequentes nas mesas de uma parte dos caxienses. O relaxamento alimentar se torna compreensível em tempos de crise, mas o resultado de más escolhas alimentares aparece na balança. 

Neira Solange da Silva, 48, é proprietária de uma petshop. Ela sempre malhou e mantinha hábitos saudáveis, mas com a pandemia deixou de ir para a academia e engordou. Há dois meses ela optou por treinar em casa para retomar a rotina de treinos e garantir o bem-estar no retorno às atividades.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 21/10/2020 - Neira Solange da Silva redescobrindo o autocuidado durante a pandemia, e começou a treinar em casa. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14622052) -->
Neira Solange da Silva, 48, retomou os treinos em casa para manter cuidados com a saúde Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

  —  Treinava em academia e quando surgiram os primeiros casos parei de ir e não retornei quando voltaram as atividades. Mudou toda a minha rotina e eu fiquei mais ansiosa e, passando mais tempo em casa, engordei  —  destaca Neira. 

Há dois meses ela optou por aulas em casa. O resultado é satisfatório: 

 — Perdi medidas e emagreci quatro quilos. Eu treino sem ter contato com outras pessoas e o treinador vem até a minha casa. Então é um treinamento  personalizado.

AUMENTO DE CLIENTES NOVOS 

Para o coordenador da Raiar, Jovir Luis Demari, o número de clientes novos nas academias tem aumentado. Ele ressalta que essa também é a constatação de demais gestores de empreendimentos em Caxias do Sul: 

 — Muita gente que não fazia atividade física está procurando a academia. O que me parece é que os que estavam frequentando antes da pandemia têm um certo receio. Já os que não estavam fazendo exercícios perceberam que precisavam mudar a rotina. Tenho falado com outros gestores e essa é uma percepção deles também de que há procura de alunos novos. 

Quanto aos benefícios dos exercícios, ele orienta os alunos de que é preciso estar atento a cinco fatores: frequência do treino (tanto presencial quanto online), execução correta do exercício, intensidade da tarefa, foco ao praticar atividade física e felicidade. 

 —  Temos falado da felicidade porque é preciso fazer o que se gosta.  O treino fica menos pesado quando os alunos gostam de praticar determinada atividade. Há uma linha de pensamento que fala de religiosidade e fé. Tem que estar de bem consigo mesmo, ter esse equilíbrio entre mente e corpo, e nas academias trabalhamos isso para motivar os alunos   —  aponta. 

Sobre a procura, Demari atribui a dois pontos: mais tempo livre e a vontade de aumentar a imunidade:

  —  O praticante de atividade física tem um sistema imunológico melhor. Mas estamos falando de um vírus, então é preciso ficar claro que o bom condicionamento físico não impede o contágio. Ele reduz essa possibilidade de ser contaminado e ajuda na recuperação. 

Na Ladies Training, que atende apenas o público feminino, as matrículas também aumentaram durante a pandemia. 

  —  Antes do isolamento e do fechamento das academias eu atendia cerca de 45 mulheres por dia. Quando a academia reabriu passou para 90, sendo que tem dias que atendemos 100 —  afirma o instrutor de academia, Anderson Tomé. 

Ele também percebeu que clientes novas, que não praticavam exercícios, têm procurado a academia:

  —  Há pesquisas que apontam que uma pessoa bem condicionada, com um preparo físico adequado, pode passar melhor pelo vírus. Eu percebo na academia que parte das minhas alunas tem receio em voltar e novas alunas estão se matriculando em busca também desse melhor condicionamento.  A atividade física é uma aliada se treinar regularmente. E não é questão de estética, mas de condicionamento. Treinar regularmente, com continuidade para condicionar o coração e os pulmões. 

Tomé finaliza: 

  —  Para ter resultados tem que sair do sedentarismo. O treino precisa ter continuidade e não precisa ser apenas na academia. Basta dar uma caminhada, subir escadas e aproveitar para se exercitar também em casa. 

POR VOCÊ 

A personal Giorgia Scur, em conjunto com a psicóloga Muriel de Paula, que eliminou 34 quilos, e a nutricionista esportiva Deise Rodrigues, lançaram em 19 de outubro o projeto Por Você.  Em função da pandemia, o atendimento é online, com o acompanhamento da equipe disciplinar. A finalidade é a promoção de saúde e melhora do corpo e mente. Serão dois meses de acompanhamento, com dicas e orientações de treinamentos físicos focados nos objetivos de cada aluno, assim como ideias de cardápios saudáveis para que possam adaptar à rotina.  Também haverá um espaço para tratar questões limitantes, que impedem o processo de mudanças de hábitos.

—  Vamos passar conteúdo onde podem ser linkados aspectos emocionais com atividade física para que cada aluna ou aluno possa sair do chão e alcançar os objetivos. Tudo isso vem de dentro para fora e, por isso, vamos trabalhar toda a parte da alma. É uma mentoria bem próxima a cada participante  —  explica Giorgia. 

Ela ressalta ainda que trata-se de um processo em que é preciso se abster para obter sucesso. Mas que o resultado de sair da zona de conforto é a qualidade de vida.

 —  O sabor da vitória é muito maior. E estamos trabalhando contra a obesidade e o sedentarismo. O projeto é para quem quer cuidar de si. Estamos trabalhando para abraçar todos os alunos com foco no que eles almejam. É um projeto que abraça o seu propósito. O nome é Por Você porque é assim que funciona: eu faço por mim e você faz por você. Vamos dar todas as ferramentas, mas a pessoa tem que agir por ela mesma. Não vamos contra a obesidade de uma uma maneira agressiva falando sobre estética. Nosso foco é a saúde. 

Para quem tiver interesse em se inscrever basta acessar o link:  sympla.com.br/porvocee__1018053 ou procurar as profissionais nas redes sociais @giiorgia_scur, @muridepaula, @nutrideiserodrigues ou ainda pelo telefone  (54) 99211.4820.

Leia também
Canela se prepara para dar início à programação de Natal nesta quinta-feira
Juventude é condenado a pagar R$ 500 mil por atrasar salários de funcionários em 2012
Bar de vinhos vai inaugurar em prédio histórico que já abrigou cantina




 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros