Criação de escola no Desvio Rizzo, em Caxias, permitirá abertura de vagas para Educação Infantil - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Salas livres16/10/2020 | 14h27Atualizada em 16/10/2020 | 14h27

Criação de escola no Desvio Rizzo, em Caxias, permitirá abertura de vagas para Educação Infantil

Nova instituição terá capacidade para 1,2 mil estudantes

Criação de escola no Desvio Rizzo, em Caxias, permitirá abertura de vagas para Educação Infantil Porthus Junior/Agencia RBS
Escola vai funcionar no prédio da Faculdade Anhanguera Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A criação da uma nova escola de Ensino Fundamental no bairro Desvio Rizzo, em Caxias do Sul, deve permitir a criação de vagas de Educação Infantil, uma das principais demandas dessa região da cidade. O motivo é a absorção, pela nova instituição, de estudantes que atualmente estudam em outros colégios do bairro. A Escola Municipal de Ensino Fundamental Desvio Rizzo funcionará no prédio da Faculdade Anhanguera. O decreto oficializando a criação foi publicado na última quarta-feira (14).

Leia mais
Parceria com faculdade cria escola para 1,2 mil alunos no Desvio Rizzo, em Caxias

De acordo com a secretária de Educação de Caxias do Sul, Flavia Vergani, a intenção é transferir estudantes das séries finais do Ensino Fundamental para a nova escola. Dessa forma, será possível liberar salas de aula nas instituições já existentes para abrir as vagas de Educação Infantil. A quantidade de vagas que poderão ser oferecidas, contudo, deve ser definida somente em novembro. No fim de agosto, a fila de espera para a Educação Infantil em Caxias era de cerca de três mil pessoas.

Com capacidade para 1,2 mil estudantes, a nova escola também deve atender cerca de 200 crianças que atualmente estudam no Cristóvão de Mendoza e no Dante Marcucci e demandam transporte pago pelo município. Atualmente, a prefeitura paga R$ 60 mil em transporte para esse grupo, enquanto o aluguel do prédio para implantar a escola sairá por R$ 85 mil.

— Vamos passar a receber recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) porque os estudantes vão ser contados para o município — afirma a secretária.

A equipe diretiva da nova escola já está definida e o quadro de professores será preenchido com a ampliação de carga horária dos servidores que atuam no município. A seleção vai levar em conta as solicitações de quem desejar atuar na nova instituição. As matrículas dos estudantes devem ser efetivadas em janeiro e as aulas começarão com as demais escolas da rede municipal, em data a ser definida.

Leia também
Olhares da cidade: "Temos que disputar espaço com carro parado", diz ciclista caxiense
Justiça Eleitoral de Bento Gonçalves indefere as candidaturas do PSC

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros