Bairro Santa Catarina é o que tem mais casos de covid-19 e mortes, em Caxias  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Pela cidade16/10/2020 | 21h03Atualizada em 16/10/2020 | 21h03

Bairro Santa Catarina é o que tem mais casos de covid-19 e mortes, em Caxias 

Número de pessoas com vírus ainda ativo também é maior no local

Bairro Santa Catarina é o que tem mais casos de covid-19 e mortes, em Caxias  Porthus Junior/Agencia RBS
Em uma das principais ruas do bairro, a Rossetti, vai e vem de veículos e movimento de comércio Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O bairro Santa Catarina segue sendo o bairro com o maior número de casos confirmados e ativos de covid-19 em Caxias. Além de ser também o que tem mais mortes em decorrência da doença. De acordo com o Painel Covid, cuja última atualização foi feita pela Secretaria Municipal de Saúde nesta sexta-feira (16), são 537 casos confirmados, sendo 65 ativos, 459 recuperados e 13 mortes.

Leia mais
Acompanhe os casos confirmados na Serra

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o bairro, desde o início da pandemia, foi um dos que mais teve casos e a tendência é que se mantenha pois é uma das regiões mais populosas da cidade, englobando os números dos loteamentos Santa Lúcia, Colina Sorriso e Reolon. Além disso, muitos profissionais da saúde moram na região. 

Para os moradores do núcleo do Santa Catarina, os motivos são os mais diversos. Circulando pelas ruas, tudo parece dentro do novo normal. Pessoas de máscaras, algumas não. Comércio e empresas funcionando, movimento frenético de carros... tudo semelhante a outras regiões da cidade. Nenhuma das pessoas com as quais a reportagem conversou demonstrou receio sobre a situação do bairro. Mas um ponto foi comum em todos os diálogos: disseram estar tomando os cuidados necessários, mas que vêem muita gente sem máscara na rua, o que pode contribuir para o grande número de infectados na opinião deles.

– Tenho comércio aqui, trabalho todo o dia e o pessoal está na rua. Mas, falar que tem muitos casos aqui, parece que não tem. Não se houve falar de pessoas contaminadas – comentou o comerciante Roni Prigol, 46 anos, que além de trabalhar mora no local há mais de duas décadas.

Outra antiga empresária, com 40 anos no bairro, Inês Triches, 66, corroborou com o que disse o secretário de Saúde:

– Nessa região, mora muito pessoal da saúde, que trabalha em hospitais, e bastante idosos.

Duas características, descritas pelos moradores, são a grande área de abrangência, número de habitantes (seriam 35 mil) e população de idosos, essa apontada de forma mais empírica. Antigos e novos moradores acham que as pessoas não estão seguindo uma das orientações mais básicas dos órgãos de saúde, o uso da máscara.

– Acredito que as pessoas não estão se cuidando realmente. Ainda vemos bastante gente sem máscara na rua – declarou a operadora de máquinas, Ana Paula Pasquali, que vive há 39 anos no local.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 16/10/2020. O bairro Santa Catarina é o que mais tem casos confirmados de covid-19 e o que mais tem registro de óbitos causados pela doença. Na foto, Kriskelem Moraes, 24 anos. (Porthus Junior/Agência RBS)<!-- NICAID(14618836) -->
No começo da tarde, número de pessoas é menor na praça que fica junto à Igreja Santa Catarina, mas no fim do dia ela fica cheia Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Uma passada na praça que fica junto à igreja e encontramos adultos e crianças sem máscara. A babá Kriskelem Moraes, 24, que há três anos mora no Santa Catarina, aproveitava as primeiras horas da tarde na área verde. Segundo ela, à tardinha o local fica muito cheio.

– Acho que é um pouco de descuido das pessoas porque é básico: usar máscara, alcool em gel e evitar sair sem necessidade. Vemos muita gente sem máscara, tanto jovens quanto idosos –falou a babá.

Dentro da igreja, poucos fiéis faziam orações mantendo o espaçamento sinalizado nos bancos. Todos de máscara.

Santa Fé, Esplanada e Centro também contabilizam muitos casos

No bairro Santa Fé, são 450 casos confirmados. Destes, 402 recuperados, 40 ativos e oito óbitos. Na sequência, o Esplanada aparece com 395 contaminados, 348 recuperados, sendo 35 ativos e 12 mortes.  O Centro aparece como o quarto colocado em relação à quantidade de infectados, com 374. Ana Rech, que já liderou o ranking de casos e costumava estar entre os três com a maior incidência da doença, hoje está em quarto lugar, com 354 casos confirmados.

Os bairros com a maior taxa de letalidade são o Jardim das Hortências (9,52%, com 21 casos e dois óbitos) e Jardelino Ramos (5,45%, com 55 casos e três mortes). A taxa de letalidade geral do município é de 1,62%. Dos 68 bairros da lista do Painel Covid, 48 já registraram alguma morte por coronavírus desde o início da pandemia.

Os bairros

Em número de casos
:: Santa Catarina - 535
:: Santa Fé - 450
:: Esplanada - 394
:: Centro - 371
:: Ana Rech - 354

Em número de mortes
:: Santa Catarina - 13
:: Esplanada - 12
:: Desvio Rizzo - 11
:: Rio Branco - 9
:: Santa Fé - 8

Leia também:
Com pandemia e sem propaganda em rádio e TV, como é a campanha eleitoral em pequenas cidades da Serra  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros