Em São Marcos, 22 alunos voltaram às aulas presenciais em uma das escolas de Ensino Médio  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Retorno21/09/2020 | 14h34Atualizada em 21/09/2020 | 14h34

Em São Marcos, 22 alunos voltaram às aulas presenciais em uma das escolas de Ensino Médio 

Clima era de tranquilidade nas salas do Colégio Mutirão nesta segunda-feira (21) 

Em São Marcos, 22 alunos voltaram às aulas presenciais em uma das escolas de Ensino Médio  Porthus Junior/Agencia RBS
Clima era de tranquilidade nas salas do colégio Mutirão nesta segunda-feira (21) Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Dos 43 estudantes matriculados no Ensino Médio do Colégio Mutirão, o único particular com anos finais, em São Marcos, 22 alunos retornaram às salas de aula na manhã desta segunda-feira (21). Depois de seis meses, os adolescentes estavam confiantes quanto às medidas sanitárias previstas no plano de contingência para que o colégio pudesse retomar as atividades. 

- Os professores conseguiram criar métodos para manter nossa atenção mesmo nas aulas remotas, mas eu queria voltar para a escola. Estou feliz pelo retorno. A gente presta mais atenção quando está na frente do professor e com os colegas. É diferente, um novo normal, mas me sinto seguro -  afirma o estudante do 3º ano, Murillo dos Reis Guerra, 18 anos. 

Leia mais
Ansiedade, alegria e apreensão marcam retorno de alunos do ensino médio em escola de Bento Gonçalves
Com música e cheios de expectativa, alunos do ensino médio voltam às aulas presenciais em colégio de Caxias
Poucas instituições de ensino médio e superior devem retornar às atividades nesta segunda-feira, em Caxias do Sul

Valentina Del Pino Borghetti, 16, que cursa o 2º ano, tem o mesmo sentimento: em casa conseguia aprender porque tinha as ferramentas necessárias e os professores se dedicaram para que o conteúdo chegasse aos alunos, mas sentia falta da interação que só o presencial proporciona: 

- Está tudo certo com as medidas e bem tranquilo de manter os protocolos. Estou muito feliz porque queria voltar para o colégio. Sentia essa vontade de estar aqui. 

"Bate uma ansiedade com esse novo normal", destaca diretora 

A diretora Nicéia Borguetti Sbabo conta que o planejamento foi elaborado com a colaboração dos pais, o que deixou alunos e familiares mais tranquilos para voltar ao ensino presencial. 

-  A nossa escola é pequena e tem turmas pequenas. Estamos confiantes nesse retorno porque a escola é o primeiro lugar para onde devem voltar. Aqui temos controle e condições de ensinar a eles sobre a necessidade dos cuidados. Estamos preparados, mas, claro que bate uma ansiedade com esse novo normal - afirma ela. 

Os alunos que optaram por ficar em casa têm aulas ao mesmo tempo que os estudantes que seguem no ensino remoto. As salas estão equipadas com monitores para transmissão em tempo real dos conteúdos. 

- No Ensino Médio são 43 alunos, e se não voltarem mais do que esses 22 vamos manter essas turmas e aos do ensino remoto, sem precisar de escalas.  Criamos novas ferramentas para ensinar, mas era a hora de voltar - acredita ela. 

Planos de contingência foram avaliados e aprovados pela prefeitura 

A Secretária de Educação, Tatiane Borghetti Zulian, ressalta que os planos de contingência foram orientados, avaliados e aprovados pela prefeitura.  As escolas também foram inspecionadas, antes do retorno das aulas. 

­- O município orientou as escolas, leu todos os planos, principalmente, das escolas particulares, o COE fez apontamentos e sugestões e nossa equipe fez visitas para verificar como as medidas estavam sendo colocadas em prática. O retorno do Ensino Médio foi tranquilo, respeitando o limite de alunos, e cumprindo todos os protocolos que o COE autorizou. 

Entre as regras estão a uso de máscara, medição de temperatura, álcool gel, distanciamento físico em sala de aula, ocupação de 50% da capacidade e ventilação nas salas de aula com portas e janelas abertas. Nos corredores, os alunos seguem caminhos diferentes para evitar ficar  próximos ou aglomerados. 

Leia também
Geada tardia afeta parreirais na região da Serra
Ação contra o tráfico de drogas recolhe R$ 8 mil em Caxias do Sul 
Secretária de Cultura do RS fala sobre políticas culturais em live da CIC Caxias nesta quarta-feira 






 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros