Boletim da Secretaria Estadual da Saúde confirma mortes em Lagoa Vermelha e Flores da Cunha - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Covid-1926/09/2020 | 16h57Atualizada em 28/09/2020 | 10h34

Boletim da Secretaria Estadual da Saúde confirma mortes em Lagoa Vermelha e Flores da Cunha

Com novos registros municípios totalizam sete e três mortes, respectivamente, relacionadas ao coronavírus, desde o início da pandemia

Boletim da Secretaria Estadual da Saúde confirma mortes em Lagoa Vermelha e Flores da Cunha Jonatan Sarmento/Agencia RBS
Foto: Jonatan Sarmento / Agencia RBS

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul (SES-RS) confirmou na tarde deste sábado (26) mais duas mortes causadas por coronavírus em cidades da Região Nordeste do Estado. Trata-se de um homem de 52 anos, que teve morte registrada em Lagoa Vermelha, sendo esta a sétima relacionada à covid-19 no município.

Em Flores da Cunha, o boletim estadual registrou a morte de uma mulher de 85 anos, que seria a terceira por coronavírus no município. O município confirmou o registro na manhã de segunda-feira (28) após solicitar revisão do caso, uma vez que a paciente teria testado negativo para a doença três dias antes de morrer. 

 Leia mais
Acompanhe os casos confirmados na Serra 

Conforme o boletim da prefeitura,  a paciente foi diagnosticada com covid-19 no dia 4 de setembro, sendo internada no hospital Fátima de Flores da Cunha, e transferida posteriormente para a UTI do hospital do Círculo, em Caxias do Sul, no dia 11 de setembro. Após um novo teste, em 22 de setembro, ela foi considerada recuperada, uma vez que o resultado foi negativo. Entretanto, sua morte, ocorrida na sexta-feira (25), ainda é considerada relacionada à covid-19, tendo em vista as consequências do vírus, agravadas pelas comorbidades que a idosa já apresentava.

Judit Terezinha Bett Giotti foi sepultada na sexta-feira, após cerimônia que ocorreu na Capela Nossa Senhora do Rosário, na comunidade de Nova Roma.

O município confirma, portanto, três mortes por covid-19 registradas desde o início da pandemia, sendo a segunda em 21 de agosto, uma mulher de 67 anos. A primeira morte da cidade foi registrada em 21 de junho, uma mulher de 54 anos.

Leia também
Preparação para colheita da maçã em Vacaria terá até 2,5 mil trabalhadores a menos neste ano


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros