Oito hospitais da Serra recebem medicamentos do kit intubação enviado pelo governo do Estado  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Anestésicos 28/08/2020 | 14h36Atualizada em 28/08/2020 | 14h36

Oito hospitais da Serra recebem medicamentos do kit intubação enviado pelo governo do Estado 

Mais de 6 mil embalagens são direcionadas à região  

Oito hospitais da Serra recebem medicamentos do kit intubação enviado pelo governo do Estado  Secretaria Estadual da Saúde/Divulgação
Remessa é entregue pelo governo do estado com apoio do 4º Grupamento Logístico do Comando Militar do Sul Foto: Secretaria Estadual da Saúde / Divulgação

Os hospitais dos municípios de Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Garibaldi, Gramado, Nossa Bassano, Nova Prata, Vacaria e Caxias do Sul irão receber anestésicos e relaxantes musculares até a próxima segunda-feira (31). Em Caxias, o beneficiado será o Hospital Virvi Ramos. As outras cidades possuem apenas uma instituição hospitalar. A entrega dos medicamentos começou na quinta-feira (27) em todas as regiões do Estado. 

Conforme a Secretaria Estadual da Saúde (SES), esta é a terceira remessa de remédios entregue por meio de lotes adquiridos pelo Ministério da Saúde. A entrega é realizada com apoio do Exército a 77 hospitais do Estado.  

No total, são quase 34 mil medicamentos do chamado kit intubação. Isso porque são utilizados em pacientes com dificuldades respiratórias nas unidades de tratamento intensivo (UTIs) e necessários no combate à covid-19. 

A remessa  é composta pelos medicamentos dexmedetomidina (8.905 unidades), rocurônio (9.640 unidades), suxametônio (6.660 unidades) e midazolam (8.650 unidades). Para os hospitais da Serra, são 6.020 medicamentos encaminhados.  

A titular da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde, Tatiane Fiorio, explica que a seleção dos hospitais é realizada conforme a informação de estoque. 

— A seleção é feita através de um formulário que é preenchido semanalmente com a indicação dos quantitativos à disposição. Em cima disso, é realizada a distribuição com estoque zerado ou crítico para atender aos pacientes — afirma. 

Em junho, hospitais da Serra precisaram suspender cirurgias eletivas por falta de medicamentos, inclusive com agravamento da situação de pacientes oncológicos que precisavam de procedimentos cirúrgicos.  

Confira a quantidade destinada a cada unidade hospitalar:

Hospital Tacchini, Bento Gonçalves – 2.980 embalagens de dexmedetomidina; 700 de rocurônio e 240 de suxametônio 

Hospital São Roque, Carlos Barbosa – 60 de suxametônio 

Hospital Virvi Ramos, Caxias do Sul – 240 de suxametônio; 1,5 mil de midazolam 

Hospital Beneficente São Pedro, Garibaldi – 60 de suxametônio

Hospital Arcanjo São Miguel, Gramado - 60 de suxametônio 

Hospital São João Batista, Nova Prata - 60 de suxametônio 

Hospital Nossa Senhora de Lourdes, Nova Bassano - 60 de suxametônio 

Hospital Nossa Senhora da Oliveira, Vacaria - 60 de suxametônio 

Leia também
Caxias do Sul irá propor ao Estado municipalização de trecho da RS-453

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros