Depois da neve em agosto, confira como ficará o tempo na Serra em setembro - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Clima 24/08/2020 | 12h30Atualizada em 24/08/2020 | 12h30

Depois da neve em agosto, confira como ficará o tempo na Serra em setembro

Frente fria não deve avançar da metade sul para o resto do Estado, o que garante sol e calor para a região na maior parte do mês 

Depois da neve em agosto, confira como ficará o tempo na Serra em setembro Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Depois de frio intenso na última semana na Serra, cidades como Cambará do Sul terão máximas acima dos 20 ºC em setembro Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Após dias marcados por temperaturas negativas, com registro de neve em sete cidades da Serra e geada nas cidades serranas, o frio perde intensidade e começa a se despedir dos gaúchos. A previsão para os últimos dias do mês de agosto é de tempo seco e com temperaturas em elevação ao longo dos dias na região. A partir da quarta-feira (26), os termômetros sobem ainda mais, e ficam acima da média nos municípios da Serra. Em setembro a previsão é a mesma: tempo firme e com as máximas acima de 20 ºC. 

De acordo com a Somar Meteorologia, a chuva retorna ao Rio Grande do Sul na quinta-feira (27), mas a tendência é que a frente fria não avance da região sul para o resto do Estado.

— A chuva ficará restrita ao sul do RS. Na Serra não deve chover. Caso chova, será apenas com pancadas isoladas e sem volumes significativos — explica a meteorologista Gabriele Golart, acrescentando que, mesmo com a chuva em algumas regiões, as temperaturas seguem altas.

A meteorologista afirma que o mês de setembro será parecido com os últimos dias de agosto: 

— A frente fria ficará concentrada no sul e não avança para o resto do Estado. Assim a chuva ficará abaixo do esperado nas demais regiões do RS, como a Serra por exemplo. 

Sobre uma nova onda de frio, ela esclarece:

— Terá uma nova onda de frio, mas não com a intensidade registrada na semana passada. A tendência é que faça mais frio no sul, porque na Serra, como será um mês mais seco, as temperaturas ficam acima da média para o mês. 

Com a proximidade do fim do inverno, é improvável que novas temperaturas negativas sejam registradas nas próximas semanas, segundo a Somar.  Com a mudança do tempo segue um alerta em função da baixa umidade: beber líquidos e manter o corpo hidratado, uma vez que ela pode causar problemas de saúde para pessoas com dificuldades respiratórias e bronquites. 

Leia também
Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis está com inscrições abertas para 2021
"Não cabe uma reação desproporcional como a do presidente", diz Maia após Bolsonaro ameaçar repórter
INSS adia reabertura e alternativa em Caxias é deixar documentos em urna no prédio do órgão



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros