Rio recua e famílias começam a voltar para casa em São Sebastião do Caí - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Cheia02/07/2020 | 11h00Atualizada em 02/07/2020 | 11h00

Rio recua e famílias começam a voltar para casa em São Sebastião do Caí

Município foi o único no RS que registrou enchentes, segundo Defesa Civil estadual

Rio recua e famílias começam a voltar para casa em São Sebastião do Caí Antonio Valiente/Agência RBS
Rio recua e famílias começam a voltar para casa em São Sebastião do Caí Foto: Antonio Valiente / Agência RBS

As 17 famílias que moram no bairro Navegantes, na encosta do Rio Caí, em São Sebastião do Caí, começaram a voltar para casa nesta quinta-feira (2). São 73 pessoas que precisaram deixar as moradias depois da cheia do rio, na última terça-feira (30). Eles vivem na região ribeirinha, a primeira área a ser alagada quando o nível do Caí sobe. As famílias estavam abrigadas no ginásio do Centro Integrado Navegantes.

Como o rio começou a retornar de volta ao seu leito normal, liberando todas as ruas agora alagadas, a Defesa Civil iniciou o retorno das famílias desalojadas para suas casas. A remoção começou por volta das 7h30min. A previsão é que até meio-dia todos tenham retornado para casa.  

 Leia mais
Rio Caí sobe e 16 famílias são retiradas de casa em São Sebastião 
Nível do Rio Caí sobe e famílias são retiradas de casa em São Sebastião do Caí 

Segundo o coordenador da Defesa Civil de São Sebastião do Caí, Pedro Gribler, além destas 17 famílias, mais 350 pessoas foram afetadas pela cheia do rio. No entanto, nem todas são levados para o abrigo, já que algumas ficam na parte de cima do imóvel ou com familiares e amigos.

Famílias retornam para casa depois de cheia do Rio CaíFoto: Ricardo Marques / Divulgação

CHEIAS SÃO RECORRENTES

As enchentes são históricas no município. Em novembro de 2019, quando havia acontecido a última enchente, o Caí chegou a 12m50cm. A diferença é que naquela vez o rio encheu em dois dias e, dessa vez, em 20 horas. Assim, o Caí atingiu o pico de cheia às 9h da quarta-feira (1) quando foi registrado 12,20 metros de nível das águas, e então começou o lento processo de baixa. A enchente dos últimos dias foi considerada de médio porte, mas comum no histórico de ocorrências da cidade, já que o rio sobe rapidamente devido aos rios de Nova Petrópolis e Caxias do Sul, que vão desaguar em São Sebastião do Caí. A enchente atingiu as ruas mais próximas ao Rio Caí, no bairro Navegantes, e também a Avenida Osvaldo Aranha, na altura do campo do Esporte Clube Riachuelo, que estava embaixo d'água.

AJUDA

Para ajudar as famílias com doações é preciso entrar em contato com a Secretaria de Assistência Social pelo telefone (51) 3635.2569.

 Leia também
Temporal derruba árvore e provoca deslizamento de terra em Garibaldi
Temporal provoca quedas de árvores em residências de Canela
"Marco no atendimento da urgência em Caxias", diz secretário da Saúde sobre nova gestão da UPA da Zona Norte 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros