Prefeitura de Caxias discute na sexta o uso de tratamento precoce contra o coronavírus - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tratamento   09/07/2020 | 14h03Atualizada em 09/07/2020 | 14h04

Prefeitura de Caxias discute na sexta o uso de tratamento precoce contra o coronavírus

Encontro virtual vai reunir profissionais da saúde para debater possibilidade de compra de medicamentos pelo município

Prefeitura de Caxias discute na sexta o uso de tratamento precoce contra o coronavírus Félix Zucco/Agencia RBS
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Um painel virtual com a participação de profissionais da saúde da rede pública e privada discutirá nesta sexta-feira (10), às 10hs, se o município de Caxias do Sul deveria colocar à disposição da população medicamentos para o tratamento precoce da covid-19. De acordo com o secretário Municipal da Saúde, Jorge Olavo Hanh Castro, não existe uma confirmação oficial afirmando que esses medicamentos, como a hidroxicloroquina, a cloroquina, a azitromicina e a ivermectina sejam eficientes no combate ao coronavírus. Ele destaca que não há nenhum embasamento cientifico claro e muito menos um protocolo que formalize a cura da doença através dessas medicações.   

— Nós vamos fazer um painel para discutir e chegar a uma definição médica se de fato seria positivo oferecer essas medicações à população para o tratamento da covid-19. Mas o importante é dizer que a medição somente será usada se o paciente quiser e o médico prescrever, em comum acordo. Não há nenhuma obrigação em se utilizar a medicação. Estamos apenas colocando à disposição da população  —afirma.     

De acordo com o Secretário da Saúde, o resultado da discussão do painel entre os profissionais da saúde será encaminhado ao prefeito de Caxias do Sul, Flavio Cassina (PTB), que tomará a decisão final em relação a compra dos medicamentos: hidroxicloroquina, cloroquina, azitromicina e ivermectina. Conforme Castro, o processo de compra é realizado através da escolha entre três orçamentos de diferentes empresas da área farmacêutica, sendo o vencedor o que apresentar o menor preço.   

— Essa forma de compra é autorizada pelo Ministério da Saúde devido ao momento da pandemia — afirma Castro.  

Leia mais
Entidades e especialista se posicionam sobre possível tratamento precoce de covid em Caxias

Na opinião particular do secretário, que também é médico, uma indicação para a compra dos medicamentos deverá ser respaldada pelos integrantes do painel de discussão. 

— A compra é autorizada e indicada pelo Ministério da Saúde e, por isso, não vejo nenhum problema — completa Castro.  

Nos últimos dias, posicionamentos de prefeitos que integram a Associação dos Municípios da Encosta Superior do Norteste (Amesne) foram favoráveis ao uso dos medicamentos no tratamento precoce nos pacientes que enfrentam a covid-19. A decisão também foi defendida pelo prefeito de Caxias, Flavio Cassina.  

Leia também
Bento Gonçalves suspende atividades coletivas em quadras esportivas
Campanha incentiva denúncia por parte de vizinhos e vizinhas em combate à violência doméstica
Caxias do Sul foi a cidade gaúcha com maior aumento de homicídios no primeiro semestre

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros