Prefeitura de Caxias autoriza reabertura de supermercado que foi interditado - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Retomada04/07/2020 | 15h01Atualizada em 04/07/2020 | 15h01

Prefeitura de Caxias autoriza reabertura de supermercado que foi interditado

Com plano aprovado pela Secretaria Municipal de Saúde, Zaffari poderá abrir as portas a partir de terça-feira (7)

Prefeitura de Caxias autoriza reabertura de supermercado que foi interditado Aline Ecker/Agência RBS
Foto: Aline Ecker / Agência RBS

Após receber e avaliar documentos apresentados pelo supermercado Zaffari, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Caxias do Sul autorizou a reabertura do estabelecimento, que poderá ocorrer a partir de terça-feira (7). A decisão é referente à unidade da Rua Borges de Medeiros, no Centro, que foi interditada pela Vigilância Sanitária do município na quarta-feira (1º). Conforme o órgão, a interdição se deu por infrações em leis e decretos vigentes, que visam a proteção da saúde em tempos de pandemia.

Leia mais
Secretaria da Saúde aguarda documentos para avaliar reabertura de supermercado interditado em Caxias
Vigilância Sanitária interdita supermercado no Centro de Caxias do Sul 

Para abrir as portas, o supermercado deverá cumprir o acordo firmado com a SMS, que prevê uma desinfecção total da planta. Ainda conforme previsto no protocolo de reabertura, os trabalhos contarão com apoio de funcionários de outras unidades que, assim como os que foram contaminados com o vírus, deverão passar por uma avaliação médica. De acordo com a SMS, os colaboradores que tiveram contato com casos positivos ficarão afastados durante o período de 14 dias e também só retornarão às atividades após aval médico. 

Em nota divulgada nesta sábado (4), a SMS também afirmou que a Vigilância Sanitária e a Vigilância de Saúde do Trabalhador (Visat) acompanharão a reabertura para garantir o cumprimento dos requisitos estabelecidos.

Por meio da assessoria de imprensa, o Grupo Zaffari confirmou, na tarde deste sábado, a reabertura e os procedimentos que serão adotados.

A documentação do protocolo de reabertura foi entregue pela diretoria do supermercado ao secretário municipal da Saúde, Jorge Olavo Hahn Castro, na tarde de sexta-feira (3). Ainda na quinta-feira (2) representantes já haviam se reunido com a equipe da SMS para tratar do assunto.

O acordo entre a prefeitura e o estabelecimento flexibilizou o prazo inicial de interdição que era de, no mínimo, sete dias. Conforme divulgado pela SMS, o supermercado foi fechado porque não notificou todos os casos de trabalhadores com síndrome gripal que testaram positivo para a covid-19 no prazo estabelecido no termo de intimação, assim como estabelece o Decreto Municipal 20.960/2000, publicado em 19 de maio.

Em inspeção da prefeitura, foram encontrados funcionários sem máscara dentro do estabelecimento. Além disso, os trabalhadores que testaram positivo ou que tiveram contato com caso confirmado não foram encaminhados imediatamente para atendimento médico e também não foram afastados.

Leia também
Mesmo com temperaturas mais elevadas para este fim de semana, frio deve continuar intenso na Serra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros