Prefeitura de Bento prepara decreto para obrigar empresas a usarem plataforma de rastreamento da covid-19 - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Pandemia31/07/2020 | 08h48Atualizada em 31/07/2020 | 08h48

Prefeitura de Bento prepara decreto para obrigar empresas a usarem plataforma de rastreamento da covid-19

Smart Tracking já pode ser usada de maneira voluntária pelos estabelecimentos

Prefeitura de Bento prepara decreto para obrigar empresas a usarem plataforma de rastreamento da covid-19 Carina Furlanetto/divulgação
Serviço já está disponível para moradores e empresas de Bento que quiserem usar voluntariamente Foto: Carina Furlanetto / divulgação

A plataforma Smart Tracking, disponibilizada nesta semana em Bento Gonçalves, passará a ser obrigatória para empresas da cidade nos próximos dias. A prefeitura prepara um decreto que determinará que os estabelecimentos de todos os setores utilizem a ferramenta que permite rastrear possíveis contaminados pelo coronavírus. 

O sistema funciona a partir de um cadastro feito pela empresa que gera um QR Code. Com o código impresso em cartazes, as pessoas que acessarem determinado local podem fazer a leitura dele, o que garantirá o armazenamento de informações sobre o estado de saúde dela. Caso nos dias seguintes ela apresente sintomas e procure um serviço de saúde, todas as pessoas que estiveram no mesmo local que ela no mesmo espaço de tempo recebem um alerta, com orientações sobre as medidas a serem tomadas. O uso por parte do cidadão não será obrigatório. Mas quem quiser usar terá apenas de ter um leitor de QR Code e fazer um cadastro.

O secretário do Turismo, Rodrigo Ferri, explica que o serviço é gratuito tanto para empresas quanto para a população em geral. Segundo ele, os dados serão mantidos de forma confidencial, sem que ninguém seja informado sobre quem é a pessoa com suspeita da doença.  

— Pode contribuir em muito para ter uma retomada de toda a economia, levando em conta em primeiro lugar a segurança. Em vez de tu fechares uma cidade inteira, ela (a plataforma) visa alertar pessoas com possível contaminação para adotarem rígidos protocolos de segurança (sanitária).  

A data em que o decreto será editado ainda não está definida. O texto está sendo preparado, mas a tendência é que na semana que vem ele seja finalizado. Enquanto isso, as empresas podem aderir voluntariamente, a partir de um link disponível no site bento.tur.br. As empresas de ônibus que operam na cidade, por exemplo, já iniciaram o uso.  

A plataforma foi desenvolvida por uma startup de Florianópolis.  

Leia também
Dia amanhece gelado, mas temperaturas chegam aos 20°C à tarde na Serra
Doação de cestas básicas cresce 10 vezes devido ao desemprego em Caxias
Calor fora de época em julho não prejudicou agricultura em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros