Famílias são realojadas pela segunda vez em uma semana no Vale do Caí - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Cheia08/07/2020 | 06h59Atualizada em 08/07/2020 | 07h35

Famílias são realojadas pela segunda vez em uma semana no Vale do Caí

Dessa vez, saída de casa ocorre em função do ciclone extratropical que atingiu o Estado

Famílias são realojadas pela segunda vez em uma semana no Vale do Caí Divulgação/Defesa Civil
Na semana passada, moradores de São Sebastião do Caí tiveram de deixar as casas por causa do ciclone-bomba Foto: Divulgação / Defesa Civil

Famílias ribeirinhas do bairro Navegantes, em São Sebastião do Caí, foram realojadas na noite de terça-feira (7) por causa da previsão de cheia do Rio Caí. A remoção começou por 16 famílias, as mesmas que tiveram de deixar as residências na semana passada em função do ciclone-bomba que atingiu o Estado, mas ao longo da madrugada desta quarta-feira (8), outras 11 famílias tiveram de ser retiradas de casa. Com isso, são 91 pessoas removidas. Dessa vez, a chuva intensa é por conta de um ciclone extratropical que chegou ao RS. 

Leia mais
"Fico em pânico quando vejo a água subindo", conta moradora sobre cheia do Rio Caí
Rio Caí sobe e 16 famílias são retiradas de casa em São Sebastião
Rio recua e famílias começam a voltar para casa em São Sebastião do Caí

Conforme a prefeitura de São Sebastião do Caí, o nível do Rio chegou a 11,86 metros às 7h desta quarta-feira e continua subindo. O ciclone-bomba, no último dia 1º, provocou uma chuva que fez o rio atingir 12,20 metros. De acordo com a Defesa Civil, a remoção das famílias é necessária quando o nível chega aos 10 metros.

As famílias retiradas de casa foram levadas para o ginásio esportivo do bairro Rio Branco, onde não há risco de alagamento. Na semana passada, elas ficaram abrigadas no Centro Integrado Navegantes, que fica próximo ao Rio Caí.

Segundo a Defesa Civil, estão sendo tomados cuidados para evitar o contágio de coronavírus, como distribuição de álcool gel, máscaras, medição da temperatura corporal e distanciamento entre as famílias. 

Leia também
Homem morre soterrado em deslizamento de encosta em Caxias do Sul
"A mãe era o amor em pessoa",diz filho de vítima do coronavírus em Caxias
Prefeitura de Caxias do Sul confirma 1.436 infectados pelo coronavírus

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros