Estrada alternativa entre Farroupilha e Nova Roma do Sul passará por alargamento - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Com bloqueio da RS-44817/07/2020 | 13h31Atualizada em 17/07/2020 | 13h31

Estrada alternativa entre Farroupilha e Nova Roma do Sul passará por alargamento

Via é acessada por Pinto Bandeira e atualmente comporta apenas veículos leves

Estrada alternativa entre Farroupilha e Nova Roma do Sul passará por alargamento Hadair Ferrari/Divulgação
Estrada terá refúgios para permitir a passagem de caminhões Foto: Hadair Ferrari / Divulgação

Uma estrada alternativa à RS-448, bloqueada totalmente desde o dia 30 de junho devido a um desmoronamento no km 39,5, passará por alargamento para comportar veículos pesados. A via começa em Pinto Bandeira e termina na RS-448, em Farroupilha, próximo à ponte sobre o Rio das Antas, permitindo o acesso a Nova Roma do Sul, cidade mais impactada com a interrupção total do único acesso asfaltado.

Leia mais
RS-448 cede em Farroupilha e trecho é totalmente interditado
Daer estuda passagem provisória na RS-448 para liberar trânsito
Exército descarta instalação de ponte móvel na RS-448, entre Farroupilha e Nova Roma do Sul

Embora seja estreito e recomendado apenas a veículos leves, a chamada estrada de acesso à Linha Jacinto Norte, tem sido utilizada também por caminhões que escoam a produção de Nova Roma do Sul. O motivo é que as balsas que ligam o município a Nova Pádua e Veranópolis ficaram inoperantes por vários dias nas últimas semanas devido às cheias dos rios das Antas e da Prata, situação que voltou a ocorrer nesta sexta-feira (17). Já a RS-437, que passa por Antônio Prado, aumenta muito a distância em relação a Farroupilha, além de não ser totalmente pavimentada.

Para melhorar as condições de tráfego, as prefeituras de Nova Roma do Sul, Pinto Bandeira e Farroupilha decidiram, na semana passada, unir esforços para o alargamento da estrada. Dos nove quilômetros do trajeto, seis passam em Pinto Bandeira e três em Farroupilha. Como a estrada não passa pelo território de Nova Roma, o município firmou um convênio com Pinto Bandeira para enviar o maquinário à cidade vizinha. A parceria foi aprovada na última quarta-feira (15) nas Câmaras de Vereadores das duas cidades. Inicialmente, Farroupilha deve atuar sozinha no trecho que passa pelo município, mas o prefeito Pedro Pedrozo não descarta participar do convênio.

— Quero fazer porque se precisar entrar com as máquinas em Pinto Bandeira, vamos entrar — afirma.

Segundo o prefeito de Pinto Bandeira, Hadair Ferrari, a estrada não terá um alargamento completo, mas ganhará pontos que permitam dois caminhões se cruzarem.

— Pretendemos fazer refúgios e onde tem curva, aí sim, alargar. Tem curvas que caminhões maiores não passam. Para eles (Nova Roma) é um acesso curto e rápido para Bento e Farroupilha. Pinto Bandeira também tem interesse em abrir essa estrada — destaca Ferrari.

Para que as máquinas possam começar a trabalhar, é necessário pelo menos cinco dias de tempo seco. Uma vez que as obras iniciarem, porém, a expectativa é de que sejam concluídas em 15 dias.

Desvio na RS-448 em estudo

A normalização do trânsito na RS-448 depende da reconstrução da estrada. Embora o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) tenha decretado emergência para agilizar a solução, a obra é complexa e deve levar meses. Por isso, uma alternativa cogitada para liberar parcialmente o tráfego na rodovia é a abertura de um desvio nas proximidades do ponto de desmoronamento.

RS-448 passa por estudo para abertura de desvio devido ao desmoronamento ocorrido em 30 de junho<!-- NICAID(14547434) -->
Parte da vegetação já foi retirada na RS-448Foto: Douglas Pasuch / Divulgação

Segundo o prefeito de Nova Roma do Sul, Douglas Pasuch, a intenção é abrir apenas uma pista para permitir o tráfego parcial. Para isso, parte da vegetação já foi removida e o terreno passa por estudos de topógrafos e geólogos.

— Pelo que estamos visualizando, teria uma detonação para fazer, mas não é de grande monta — revela.

Caso o desvio seja viável, também deve ser executado pelo Daer. Pasuch, contudo, estima que é possível ter a passagem aberta em até 45 dias.

Leia também
Incêndio em residência deixa uma pessoa morta em Flores da Cunha
Sexta será de tempo firme e temperatura agradável depois de semana gelada na Serra
Caminhoneiro é preso ao furtar placas de sinalização na BR-470 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros