Em Caxias do Sul, campanha incentiva denúncia de vizinhos em combate à violência doméstica - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Denuncie09/07/2020 | 13h26Atualizada em 09/07/2020 | 14h25

Em Caxias do Sul, campanha incentiva denúncia de vizinhos em combate à violência doméstica

Ação de conscientização divulga canais para denúncia de violência contra mulheres, idosos, bem como crianças e adolescentes

Em Caxias do Sul, campanha incentiva denúncia de vizinhos em combate à violência doméstica Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Campanha tem o objetivo de sensibilizar a comunidade sobre a importância da denúncia como forma de combate a toda violência doméstica Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Como o próprio nome já diz, a campanha "Rede de Vizinhos e Vizinhas contra a Violência" tem o objetivo de sensibilizar a comunidade sobre a importância da denúncia como forma de combate à violência doméstica, seja ela contra mulheres, idosos, crianças ou adolescentes.

Inspirada na campanha da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul — Rede de Vizinhos e Vizinhas contra a Violência: vizinha eu te escuto, eu te protejo, eu denuncio — que prevê especialmente o combate ao feminicídio, a ação foi reformulada para Caxias do Sul de maneira a contemplar as outras formas de violência que também costumam ser registradas dentro de casa.

Leia mais
Cartilha ensina mulheres a registrarem ocorrência de violência doméstica pela internet
Campanha Máscara Roxa permite que mulheres denunciem casos de violência em farmácias 

De acordo com a vereadora Denise Pessoa (PT), que lançou a campanha em sessão ordinária da Câmara de Vereadores de segunda-feira (9), o isolamento social, ocasionado pela pandemia, tem aumentado os casos de violência na cidade.

— Nesse convívio familiar mais intenso a gente tem a informação de que a violência está aumentando, mas as denúncias não têm chegado. Isso não é porque a violência diminuiu, mas sim porque há uma dificuldade de denunciar. Por isso pensamos em informar os principais canais, de atendimento permanente, para que sejam feitas as denúncias — afirma a vereadora, que também é procuradora especial da mulher no município.

Conforme dados da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS), foram registados em junho de 2020, 3.613 ocorrências relacionadas à violência contra a mulher em todo o Estado. Somente em Caxias do Sul, o total foi de 112.

Os dados seguem a média de abril, quando os 1.259 casos de lesões corporais (3.617 incluindo outras violências) demonstraram a mais significativa queda da estatística dos últimos oito anos. A dificuldade de notificação — e não a diminuição da violência — é apontada por especialistas como causa da redução de casos registrados.

Leia mais
Com pandemia, violência doméstica tem os menores registros dos últimos oito anos

Ainda conforme a SSP-RS, no segundo semestre de 2019 foram registradas na Serra 72 ocorrências classificadas como "crimes contra crianças e adolescentes", sendo 822 casos em todo o RS. No primeiro semestre do mesmo ano, o total regional era de 43 ocorrências — e 717 no Estado.

Da mesma forma, a violência contra idosos já apresentava números alarmantes antes da pandemia, com 120 registros relacionados à lesão corporal feitos no segundo semestre de 2019, e 145 registros do primeiro semestre, somente na Serra. 

Campanha divulga canais

Além de cards publicados nas redes sociais, a campanha prevê a distribuição de cartazes pela cidade. Panfletos que contêm, ainda, instruções de cuidados no convívio com pessoas diagnosticadas com covid-19, também fazem parte da ação. O material está sendo distribuído nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), escolas, farmácias, supermercados e também chegará às famílias beneficiadas com as cestas básicas que são entregues pela Fundação de Assistência Social (FAS).

A campanha é promovida pela Comissão do Idoso, Frente Parlamentar em Defesa da Criança e do Adolescente e a Procuradoria Especial da Mulher (PEM), com a parceria do Poder Executivo. 

Confira os canais para denúncia por telefone:

:: Central de Atendimento à Mulher — 180
:: Brigada Militar — 190
:: Polícia Civil — 197
:: Coordenadoria Municipal do Idoso — (54) 3901-1253
:: Conselho Tutelar — (54) 3216-5500

Leia também
VÍDEO: Com uso de barco, trem e trator, bombeiros salvam idosos de enchente em Santa Tereza


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros