Ciclone extratropical provoca chuva intensa na região da Serra  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Clima 07/07/2020 | 07h57Atualizada em 07/07/2020 | 08h08

Ciclone extratropical provoca chuva intensa na região da Serra 

Fenômeno deve ganhar força no decorrer do dia, com o pico entre a tarde e a noite desta terça-feira 

Ciclone extratropical provoca chuva intensa na região da Serra  Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Uma área de baixa pressão que se forma no sul do Paraguai e se desloca rumo à costa cria um ciclone extratropical que deve atingir o Rio Grande do Sul ainda durante esta terça-feira (7). O fenômeno traz rajadas de vento acima dos 70 km/h e chuva intensa ao Rio Grande do Sul. 

De acordo com a Somar Meteorologia, o pico deve ser registrado entre a tarde e a noite desta terça. Contudo, não se trata de um ciclone-bomba, que na semana passada causou muitos estragos, principalmente nos Campos de Cima da Serra, em cidades como Vacaria, Muitos Capões e Capão Bonito do Sul. Mesmo assim o fenômeno pode provocar estragos em razão das rajadas de vento e da chuva intensa. 

Leia mais
Defesa Civil alerta para novos temporais e vento forte no Rio Grande do Sul
Ciclone deixa rastro de destruição em Muitos Capões 
Estragos no bairro São Francisco, em Vacaria, resumem a passagem do ciclone pela região 

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu alerta sobre o ciclone extratropical que deve passar pelo Estado, trazendo chuvas expressivas, variando de 80 a 100 milímetros, com temporais e rajadas de vento entre 70 e 80 km/h. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também emitiu dois alertas na segunda-feira (6).   Há riscos, mais uma vez, de alagamentos, cheias de rios e deslizamentos em algumas áreas mais vulneráveis da Serra

A temperatura não deve subir muito durante o dia na região. As mínimas previstas estão abaixo dos 10°C  na Serra. Ao longo do dia não devem passar dos 14°C. Em Caxias do Sul, o dia amanheceu com chuva e temperaturas amenas, em torno dos 10°C.  .

O vento forte deve permanecer na quarta-feira (8). Os termômetros também não devem subir muito. A instabilidade só deve dar trégua a partir de quinta-feira (9), quando o tempo fica seco e o frio volta a ganhar força na região. 

Leia também
Prefeitura de Caxias do Sul confirma 1.382 casos positivos para o coronavírus
Entidades empresariais de Caxias do Sul repercutem a permanência na bandeira laranja 
O futuro da economia: o novo jeito de comprar e vender pós-coronavírus



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros