Caxias do Sul volta ser classificada com a bandeira vermelha - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Distanciamento Controlado03/07/2020 | 18h09Atualizada em 03/07/2020 | 22h11

Caxias do Sul volta ser classificada com a bandeira vermelha

Prefeitos da Macrorregião da Serra tem até domingo (5) para apresentar justificativas para permanecer com restrições mais brandas

Caxias do Sul volta ser classificada com a bandeira vermelha Governo do RS / Divulgação/Divulgação
Foto: Governo do RS / Divulgação / Divulgação

O governo do Estado do Rio Grande do Sul anunciou na tarde de sexta-feira (3) que a Macrorregião da Serra gaúcha está novamente classificada como bandeira vermelha, segundo os critérios do Distanciamento Social Controlado. Mesmo antes do anúncio oficial, já havia essa expectativa, seja nos bastidores das entidades de classe empresariais, bem como nos órgãos de saúde de Caxias do Sul.

A classificação de bandeira vermelha, estendida para Caxias e toda a região da Serra, se deve pela percepção de que o risco de contágio do coronavírus é considerado alto. É por isso que, dentre as medidas de prevenção à propagação, está a indicação de fechamento de todo o comércio que não seja classificado como essencial. O protocolo do Distanciamento Social orienta ainda que os estabelecimentos essenciais só poderão abrir com apenas 50% dos trabalhadores.

Caso a mudança se confirme, estabelecimentos varejistas classificados como não essenciais estarão proibidos de realizar atendimento ao público. Nestes segmentos, o comércio poderá atuar com 25% dos trabalhadores para atendimento exclusivo por meio de telentrega, após reivindicações das entidades setoriais, entre elas a CDL Caxias.

Os prefeitos da região terão até domingo (5) para argumentar e mostrar ao governo estadual números que comprovem que a Serra tem possibilidade de estar, no mínimo, na bandeira laranja.

Leia ainda
Aumenta ocupação de leitos de UTI na Serra
Acompanhe os casos confirmados na Serra 

Durante a semana, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Caxias registou uma média diária de 70 casos positivados de coronavírus. Desde segunda-feira (29 de junho), quando houve a confirmação de que os prefeitos da região da Serra conseguiram reverter a bandeira vermelha para manter a laranja (com menos restrições aos setores econômicos), ocorreram sete óbitos em cinco dias. 

Quanto à ocupação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo, apenas em Caxias, dos 152 leitos, 97 estão ocupados, e destes, 24 são com pacientes que testaram positivo para a covid-19. O que significa 63,82% de ocupação de UTIs.

 Os hospitais da Serra contabilizam na manhã desta sexta-feira (3) ocupação de 65% dos 242 leitos de UTI adultos disponíveis na região. O percentual aumentou em relação à segunda-feira (29), quando estava em 62%. Os dados são da Secretaria Estadual da Saúde. 

Leia, a seguir, as restrições por conta da bandeira vermelha:

O risco é considerado alto e a região está em um de dois cenários: média propagação do vírus e baixa capacidade do sistema de saúde; ou média/alta capacidade do sistema de saúde, porém alta propagação do vírus. Confira as regras:

Administração Pública :: Serviços não essenciais podem atuar com 25% de  trabalhadores; :: Serviços de habilitação de condutores podem atuar com 50% de trabalhadores;

Agropecuária :: Agricultura, pecuária e relacionados com 50% de trabalhadores :: Pesca e aqüicultura com 25% de trabalhadores

Alimentação :: Restaurantes self-service não podem abrir; :: Restaurantes a la carte, prato feito e buffet sem autosserviço só podem atender clientes em sistema de telentrega, drive-thru e pegue e leve. A operação deve acontecer com 50% de trabalhadores; :: Lanchonetes e padarias só podem atender clientes em sistema de telentrega, drive-thru e pegue e leve. A operação deve acontecer com 50% de trabalhadores.

Alojamento :: Hotéis e similares com 40% dos quartos :: Hotéis e similares (beira de estradas e rodovias) com 75% dos quartos

Comércio que não pode abrir: :: Varejista de itens não essenciais

Comércio que pode abrir com 25% dos trabalhadores: :: Comércio de Veículo, apenas teleatendimento; :: Serviços de higiene pessoal (cabeleireiro e barbeiro) :: Manutenção e Reparação de Veículos, teleatendimento e presencial restrito; :: Atacadista não essencial, apenas por telentrega, pegue e leve e drive-thru; :: Centro comercial e shopping, mas apenas lojas de alimentação, higiene e itens essenciais. Recomendada a medição de temperatura

Comércio que pode abrir com 50% dos trabalhadores: :: Comércio Varejista de Produtos Alimentícios :: Comércio Atacadista de Itens Essenciais :: Comércio Varejista de Itens Essenciais :: Postos de gasolina, mas é vedada aglomeração

Educação :: Todas as modalidades de ensino devem ser remotas, o que inclui aulas particulares de idiomas, de música, de esportes, de dança e artes cênicas, de arte e cultura. :: São autorizadas apenas as atividades práticas essenciais para conclusão de curso: pesquisa, estágio curricular obrigatório, laboratórios e plantão dos ensinos Médio e Superior. Devem operar com 25% dos trabalhadores e monitoramento de temperatura.

Indústria que pode abrir com 75% dos trabalhadores :: Construção de Edifícios; :: Obras de Infraestrutura; :: Serviços de Construção; :: Extração de Carvão Mineral; :: Extração de Petróleo e Gás, com monitoramento de temperatura; :: Alimentos e Bebidas :: Farmoquímicos e Farmacêuticos, com monitoramento de temperatura :: Metalurgia :: Fumo :: Têxteis :: Vestuário :: Couros e calçados :: Madeira :: Papel e celulose :: Impressão e Reprodução :: Derivados do petróleo :: Químicos :: Borracha e Plástico :: Minerais não metálicos :: Produtos de Metal :: Equipamentos Informática :: Materiais Elétricos :: Máquinas e Equipamentos : Veículos Automotores :: Móveis :: Produtos Diversos :: Manutenção e Reparação 

Indústria que pode abrir com 100% dos trabalhadores:  :: Farmoquímicos e farmacêuticos  

Serviços que não podem abrir: :: Casas noturnas, bares e pubs :: Missas e serviços religiosos :: Serviços Domésticos :: Parques Temáticos e similares :: Teatros, cinemas e casas de espetáculos :: Museus, bibiliotecas, arquivos, acervos e similares :: Ateliês :: MTG e similares :: Eventos em ambiente fechado ou aberto :: Agência de turismo, passeios e excursões

Serviços que podem abrir com 100% dos trabalhadores :: Funerária :: Pesquisa científica e laboratórios (pandemia)

Serviços que podem abrir com 50% dos trabalhadores :: Bancos, lotéricas e similares :: Assistência Veterinária :: Parques e reservas naturais, jardins botânicos e zoológicos = Sem atendimento ao público :: Advocacia :: Call-center

Serviços que podem abrir com 25% dos trabalhadores :: Imobiliárias e similares, apenas por teleatendimento :: Reparação e manutenção de objetos e equipamentos :: Lavanderias e similares :: Serviços de contabilidade, auditoria, consultoria, engenharia, arquitetura e publicidade, apenas por teleatendimento

Transporte que pode operar com 100% dos trabalhadores :: Transporte rodoviário de carga :: Estacionamentos

Transporte que pode operar com 50% dos assentos (janela) :: Coletivo de passageiro municipal e metropolitano do tipo comum :: Rodoviário fretado de passageiros :: Rodoviário de passageiros municipal do tipo comum :: Rodoviário de passageiros intermunicipal do tipo comum :: Rodoviário de passageiros metropolitano ou intermunicipal do tipo semidireto, direto, executivo ou seletivo, com monitoramento de temperatura :: Rodoviário de passageiros interestadual. com monitoramento de temperatura

Transporte que pode operar com 50% dos trabalhadores :: Correios

Transporte que pode operar com 25% dos trabalhadores :: Aeroclubes e aeródromos

Todas as regiões, seja qual for a bandeira na qual está classificada, devem seguir todos os protocolos de prevenção, que incluem uso de máscara, distanciamento entre as pessoas, higienização dos ambientes e das mãos, uso de equipamento de proteção individual (EPI), afastamento de casos positivos ou suspeitos, teto de ocupação e atendimento diferenciado para grupos de risco.

Fonte: Distanciamento Social Controlado, do Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Leia também
Hospital de Caxias recebe doação de lanches para profissionais que atuam no combate ao coronavírus
Secretaria da Saúde investiga novos surtos de coronavírus em Caxias
Secretaria da Saúde aguarda documentos para avaliar reabertura de supermercado interditado em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros