Casas de acolhimento têm vagas para moradores de rua em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Assistência04/07/2020 | 14h12Atualizada em 04/07/2020 | 14h12

Casas de acolhimento têm vagas para moradores de rua em Caxias

Atualmente, 130 pessoas fazem uso dos serviços ofertados

Casas de acolhimento têm vagas para moradores de rua em Caxias Porthus Junior/Agencia RBS
Em maio, Pioneiro registrou morador de rua que utiliza uma parada de ônibus na Rua Marechal Floriano Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Mesmo com o frio intenso, a procura por abrigos não supera o número de vagas disponíveis em Caxias do Sul. Espaços como o Abrigo Provisório Irmã Dulce, Casa São Miguel, Casa São Francisco e Casa de Acolhimento Luís Matias suportariam maior demanda de pessoas que necessitam de serviços assistenciais. 

Conforme o gerente do Centro POP Rua da Fundação de Assistência Social (FAS), Julio Cezar Chaves, o principal motivo da falta de interesse é a dependência química.

— Temos feito o convite diariamente em locais mais conhecidos por meio das abordagens sociais, mas alguns acabam não indo por conta da dependência do uso de álcool e drogas — diz.

Nos centros de acolhimento, é possível que o usuário faça refeições, tome banho e encaminhe documentos. Atualmente, cerca de 130 pessoas em situação de rua ocupam as vagas. 

O primeiro passo é procurar o Centro POP, localizado na Rua Duque de Caxias, nº 2.631, no bairro Pio X.  Depois disso, o interessado passa por uma avaliação de técnicos sociais para melhor identificação das necessidades de cada um. O atendimento é de segunda-feira a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h. O contato do plantão dos serviços de abordagem de rua é (54) 9.8403-8864.

Leia também
Ressignificar o luto: o trabalho das psicólogas cerimonialistas em um crematório de Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros