Secretaria de Trânsito de Caxias constata redução no número de ônibus do transporte coletivo - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Transporte público19/06/2020 | 17h15Atualizada em 19/06/2020 | 17h32

Secretaria de Trânsito de Caxias constata redução no número de ônibus do transporte coletivo

Conforme a pasta, há diminuição de linhas em comparação com os dias anteriores

Secretaria de Trânsito de Caxias constata redução no número de ônibus do transporte coletivo Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), de Caxias do Sul, informou, nesta sexta-feira (19), que segue vistoriando as linhas do Transporte Coletivo urbano do município. Durante a fiscalização, a pasta constatou uma redução do número de ônibus ofertados pela concessionária responsável, em comparação com os dias anteriores. 

Leia mais:
Lotação em ônibus persiste nos horários de pico em Caxias do Sul
Apesar da fiscalização, relatos de superlotação no transporte coletivo de Caxias persistem Idosos que seguem trabalhando durante pandemia terão direito ao passe livre em ônibus de Caxias

— A Visate apostou em uma estratégia equivocada, diminuindo a oferta de ônibus de forma deliberada e sem nos consultar. Ela pensou que, em virtude da bandeira vermelha, haveria diminuição de passageiros. A ação ocasionou uma série de percalços aos usuários do transporte coletivo urbano, e fez com que a SMTTM tomasse medidas coercitivas para que tal fato não aconteça novamente — explica o gerente de Trânsito e Transportes da SMTTM, Evandro Rech.

Conforme a SMTTM, a fiscalização das linhas ocorre nos horários de pico, no início da manhã e no final da tarde, visando evitar o contágio por coronavírus. Na última quinta-feira (18), 20 linhas foram vistoriadas e constatou-se excesso de passageiros em metade dos trajetos. Conforme a pasta, houve número expressivo de usuários nas linhas: L69 - Parque das Rosas, 39 passageiros a mais; L83 - Campos da Serra, 27; L48 - Santa Tereza, 19; e L56 - Reolon, 13. 

Em decorrência da migração de bandeira, no Distanciamento Controlado proposto pelo Governo do Estado, a determinação é que a lotação máxima, nos ônibus, seja de 50%. A SMTTM explica que o limite máximo de passageiros altera de acordo com os veículos. Por exemplo, um ônibus com capacidade para transportar 57 pessoas — sendo 34 usuários sentados e 23 em pé — pode transportar 28 passageiros, no máximo, neste momento. 

A pasta afirma que, em casos de excesso de usuários, a concessionário é alertada e deve providenciar maior oferta de assentos, substituindo ônibus simples por articulado, por exemplo. A SMTTM informa que a população também pode denunciar excesso de passageiros e outras irregularidades acerca do Transporte Coletivo Urbano, por meio do telefone (54) 3290.3900. 

Por meio da assessoria de imprensa, a Visate informou que está "operando conforme determinação da Secretaria de Transportes. Hoje (19) estamos operando com total de 110 ônibus + 42 reforços e 22 reservas. Na sexta passada (12), por exemplo, estávamos operando com 110 ônibus + 47 reforços e 22 reservas. Mesmo com a queda de passageiros devido a bandeira vermelha em Caxias, os números se mantém próximos, mas é claro que, devido a situação de emergência, algumas adequações podem ser realizadas nas linhas conforme necessidade para facilitar pros clientes ou por solicitação da prefeitura. Todos os dias eles fiscalizam as linhas, nos enviam relatório e em caso de qualquer necessidade já adaptamos para o mesmo dia se possível ou no máximo pro dia seguinte".

Leia também:
Governo do Estado homologa situação de emergência em Caxias do Sul devido à estiagem
Caxias estuda opção para realizar treinos na cidade de Três Coroas 
Inverno deve ser marcado por poucas chuvas na Serra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros