São Francisco de Paula terá parque no entorno da barragem da Corsan - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Lazer26/06/2020 | 13h57Atualizada em 26/06/2020 | 13h57

São Francisco de Paula terá parque no entorno da barragem da Corsan

Espaço contará com quiosques, pista de caminhada e estacionamento

O entorno da barragem da Corsan, em São Francisco de Paula, será revitalizado para poder ser utilizado pela população como área de lazer. A construção do parque será viabilizada a partir de uma parceria com a Corsan, que cedeu a área ao município, responsável pelo projeto. As mudanças foram aprovadas pela autarquia estadual há cerca de dois meses e a assinatura do termo de repasse do terreno ocorreu no fim de maio.

De acordo com a diretora de projetos da Secretaria do Planejamento, Tatiane Ferreira Ribeiro, as melhorias no entorno do lago serão realizadas em etapas. A primeira delas tem custo estimado em R$ 500 mil, com a maior parte dos recursos repassados pela Corsan. Serão construídos pórtico de acesso pela Rua 31 de Março, banheiros e dois decks: um no topo de um morro e outro, flutuante, dentro da barragem. Além disso, uma trilha de quatro quilômetros que já existe será transformada em pista de caminhada e ciclovia com piso de saibro. Um estacionamento para 30 veículos será construído com o mesmo material.

— A intenção é causar o menor impacto possível — destaca Tatiane.

Os visitantes também contarão com cinco quiosques com duas churrasqueiras cada. As estruturas ficarão em um ponto mais afastado da represa e poderão ser utilizados sem custo e sem a necessidade de reserva.

As próximas etapas ainda dependem de projeto e captação de recursos. Segundo Tatiane, contudo, a ideia é ampliar a estrutura que será implantada na primeira fase, incluindo o restante da pista de caminhada.

A distância do espaço em relação ao centro da cidade será semelhante à do Lago São Bernardo, um dos mais conhecidos pontos turísticos do município. A expectativa é de que a obra possa começar em outubro, se os processos licitatórios ocorrerem de acordo com o previsto. O cronograma prevê a entrega da área à população seis meses após a ordem de início da construção.

Leia também
Com fiscalização sobrecarregada, prefeitura teme que aglomerações levem Caxias do Sul de volta para a bandeira vermelha
BM já autuou 40 situações de descumprimento das medidas contra pandemia em Caxias do Sul
Prefeitura de Caxias do Sul confirma mais uma morte por coronavírus

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros