Prefeitura recebe dados da UCS sobre testagem em funcionários da JBS, em Ana Rech - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Testagem em massa22/06/2020 | 13h52Atualizada em 22/06/2020 | 14h29

Prefeitura recebe dados da UCS sobre testagem em funcionários da JBS, em Ana Rech

Vigilância Epidemiológica fará análise de cada caso para verificar se a triagem e os testes ocorreram da forma correta

Prefeitura recebe dados da UCS sobre testagem em funcionários da JBS, em Ana Rech Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Caxias do Sul fez o pedido à Fundação Universidade de Caxias (FUCS) para que a UCS, responsável pela execução da testagem em massa dos funcionários do frigorífico JBS, na bairro Ana Recha, na semana do dia 10 de junho, encaminhasse os dados consolidados. Até o momento, seriam 410 testes positivos (sem contar possíveis duplicidades), 10 indeterminados, 983 negativos e 135 não realizados, totalizando 1.538. Em uma análise inicial, 294 desses 410 positivos já estão recuperados. Foram feitos 30 testes RT-PCR e os demais foram todos testes rápidos.

Neste total não estão contabilizados os funcionários que eram positivos para a covid-19 antes da testagem em massa. Na ocasião, de acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, 27 profissionais da JBS já haviam sido infectados pelo coronavírus. o que totalizaria 437 casos. O número é praticamente o mesmo divulgado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) no último sábado: 436. Também deste total de casos da JBS, 99 já estão contabilizados no sistema da prefeitura.

Leia mais
Quase um terço dos funcionários de frigorífico de Caxias foram expostos ao coronavírus, apontam testes
Testes de coronavírus em funcionários da JBS Ana Rech, em Caxias, começam na tarde desta quarta-feira
JBS de Ana Rech, em Caxias, retoma atividades com 75% do quadro de funcionários

De acordo com o comunicado da SMS, a Vigilância Epidemiológica fará uma análise caso a caso para verificar se a triagem e o tipo de teste aplicado foi feito de forma correta. A Vigilância também irá verificar se os 99 casos já inseridos nas estatísticas do município até sábado (20) estão duplicados na relação recebida da FUCS.

— Queremos verificar antes de tudo se não existem duplicações nos exames entre os diferentes tipos de testes (rápido ou PC-R) realizados para o coronavírus, afirma o secretário da Saúde do município, Jorge Olavo Hanh Castro.

Na sexta-feira (19), o Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou que a testagem em massa realizada no frigorífico apontou que 436, dos 1,5 mil funcionários tiveram contato com o coronavírus. Desses, 24 já haviam sido contabilizados pelo município, segundo os investigadores. Apesar do número representar quase um terço do quadro, a maioria já havia desenvolvido anticorpos contra a doença. Diante da discrepância dos números, Castro afirmou, ainda no sábado, que os números relativos à JBS tenderiam a subir porque estavam sendo tabulados, mas disse que os testes rápidos não eram considerados pelas estatísticas, sob orientação da Secretaria Estadual da Saúde. Desde o dia 5 de maio, contudo, o Estado aceita resultados de testes rápidos para a contagem oficial.

Novos leitos

Ainda na manhã desta segunda-feira (22), o secretário da Saúde, em entrevista ao programa Gaúcha Hoje da rádio Gaúcha Serra, confirmou que Caxias terá sete novos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para a internação de pacientes com coronavírus. Eles estarão disponíveis, ainda nesta semana, no Hospital Pompéia. Conforme ele, cada leito custará R$ 2,8 mil, que serão custeados pelo município.

— Com sete novos leitos a cidade passa a ter agora 57 leitos (SUS) para internação na cidade, completa.

Leia também
Prefeitura de Nova Prata confirma primeira morte por coronavírus
Familiares de três vereadores de Caxias estão na relação de beneficiários de auxílio do governo federal

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros