Prefeitura de Caxias planeja novo decreto para restringir aglomerações - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Nesta semana22/06/2020 | 13h33Atualizada em 22/06/2020 | 13h33

Prefeitura de Caxias planeja novo decreto para restringir aglomerações

Medidas serão adotadas para evitar uma nova mudança para bandeira vermelha

Prefeitura de Caxias planeja novo decreto para restringir aglomerações Andréia Copini/Divulgação
Entre quarta-feira (17) e domingo (21), 300 estabelecimentos de Caxias receberam advertência Foto: Andréia Copini / Divulgação

Um novo decreto em elaboração pela prefeitura de Caxias do Sul deve estabelecer novas regras de restrição a fim de evitar aglomeração na cidade. O documento tem previsão de ser publicado ainda nesta semana e é uma tentativa do município de evitar que o comportamento da população leve a região a ser novamente classificada com bandeira vermelha no futuro.

Leia mais
Serra volta à bandeira laranja no distanciamento controlado
O que fez a Serra retornar à bandeira laranja
Com volta da bandeira laranja, comércio poderá abrir nesta segunda-feira na Serra

O secretário do Urbanismo, João Uez, não revela todas as determinações que estão em estudo, mas dá algumas pistas. O novo decreto, por exemplo, pode alterar o horário de funcionamento e os produtos que podem ser vendidos em determinados estabelecimentos, com atenção especial aos postos de combustíveis.

— Se você tem aglomeração em algum tipo de estabelecimento, talvez seja o caso de ajustar o horário de funcionamento. Da mesma forma, ninguém sai de casa para tomar água mineral no pátio de um posto de combustíveis — Aponta Uez.

Os postos de combustíveis, inclusive, têm sido um alvo importante dos fiscais devido a denúncias recebidas da comunidade. As reuniões para consumo de bebidas alcoólicas ocorrem também em via pública, no entorno dos estabelecimentos.

— É caça de gato e rato. A gente faz a retirada e voltam — afirma o secretário.

Conforme Uez, a fiscalização vai ser mantida com o objetivo de evitar aglomerações, mas é importante a conscientização da população, já que os fiscais não conseguem estar em todos os locais ao mesmo tempo.

— Ontem (domingo) havia mais de mil pessoas no Jardim Botânico, aglomeradas, tomando chimarrão e foram retiradas. A gente tira de lá e vão para a Lagoa do Rizzo ou para o pátio de algum posto. A população tem que se conscientizar que, neste momento, tem que ficar em casa.

Parte das pessoas que estavam no Jardim Botânico neste domingo (21) foram autuadas por não utilizar máscara, mas o secretário não soube dizer a quantidade. A presença em si em áreas públicas não é passível de punição de acordo com os decretos municipais. Entre quarta-feira (17) e domingo, o município advertiu 300 estabelecimentos pelo não cumprimento das medidas previstas na bandeira vermelha e 40 foram notificados.

Leia também
Projeto da UCS é selecionado em edital nacional para produção de ventiladores respiratórios de baixo custo
Empresários lamentam desregulação de mercado e superfaturamento de insumos durante a pandemia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros