Pandemia muda celebração de Corpus Christi na Serra  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pandemia 10/06/2020 | 15h15Atualizada em 10/06/2020 | 18h21

Pandemia muda celebração de Corpus Christi na Serra 

Data não terá tradicionais tapetes coloridos, procissão será motorizada e missas serão transmitidas online

Pandemia muda celebração de Corpus Christi na Serra  Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Corpus Christi é uma das datas mais emblemáticas da Igreja Católica. Marcada pelos tradicionais tapetes de serragem ou de cobertores, a celebração que reúne milhares de fiéis a cada ano tem o desafio de inovar nos rituais diante da pandemia de covid-19

O dia que celebra Jesus Cristo como pão da vida, em forma de eucaristia, entrará para a história na Serra gaúcha não pela beleza dos tapetes, procissões e pelos cantos emocionados dos devotos nas ruas próximas às Igrejas, mas sim pelas missas transmitidas online e pelas carreatas e benção aos fiéis que estiverem dentro dos carros para evitar aglomerações. 

O bispo da Diocese de Caxias do Sul, dom José Gislon, divulgou ainda em 9 de maio um comunicado determinando que as procissões de Corpus Christi devem ser realizadas somente de forma motorizada nos mais de 30 municípios que integram a Diocese. Confira como será a celebração na região nesta quinta-feira (11):

PELA REGIÃO

CAXIAS DO SUL 

Em Caxias do Sul, todas as paróquias vão celebrar a missa com 25% da capacidade do público, uso de máscara e álcool gel. Às 14h, o bispo conduzirá uma missa na Catedral, com devotos, respeitando as medidas de distanciamento. A celebração será transmitida pelas redes sociais da Diocese. A live poderá ser compartilhada pelas demais igrejas. Às 15h, está marcada a procissão motorizada em todas as paróquias ao mesmo tempo.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 05/06/2020 - Por conta da pandemia do coronavírus, a tradicional missa de Corpus Christi realizada na Catedral Diocesana será transmitida pelas redes sociais da igreja. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14516254) -->
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

—  Convidamos as pessoas para doarem roupas, alimentos e cobertores nas missas ou no trajeto da procissão porque vão passar pelas igrejas. Há muita demanda por cobertores e pessoas precisando se aquecer neste inverno —  pede o assessor de comunicação da Diocese de Caxias do Sul, padre Elton Bussolotto Aristides. 

O padre ressalta que, diante da pandemia, as pessoas são convidadas a expressar sua fé, principalmente, as que não podem participar das celebrações de fé e devoção ao Santíssimo Sacramento durante a comunhão. 

—  Pedimos aos fiéis que coloquem um lenço, pano, lençol ou toalha branco nas portas, janelas, sacadas ou varandas de casas e apartamentos. Pedimos que o devotos acompanhem a passagem da procissão motorizada para receber a benção, participar da celebração e fazer essa comunhão. 

Confira as redes da Diocese de Caxias 

Instagram @diocesedecaxias
Facebook: Facebook.com/diocesedecaxias
YouTube: youtube.com/diocesedecaxiasdosul

FLORES DA CUNHA 

Tapete solidário em Flores da Cunha<!-- NICAID(14519177) -->
Foto: Filipe Broliato / Divulgação

Elevados à condição de atração turística, os tapetes coloridos de serragem que enfeitam a área central de Flores da Cunha, há 55 anos (completados em 2019), não estarão nas ruas ao redor da Igreja Matriz da cidade hoje. O maior evento turístico do município, que recebe mais de 30 mil pessoas anualmente, teve que se adequar à nova realidade provocada pela pandemia de coronavírus. No lugar da serragem, dentro da igreja, foi montado um tapete solidário com doação de alimentos que serão entregues às familias que passam necessidades. 

Tapete solidário em Flores da Cunha<!-- NICAID(14519175) -->
Foto: Filipe Broliato / Divulgação

—  É importante a união na fé e essa solidariedade de doar um pouco de si. De doar alimento, esse é um gesto de vida nova, de renovação e podemos contribuir uns com os outros. Nós não podemos desanimar diante desta pandemia, é preciso esperança e fé e sabemos que vai passar com a mão de Cristo que nos protege, nos abençoa e nos ilumina —  afirma o frei Edson Gilberto Cecchin.  

Ele ressalta ainda que depois da missa das 9h na Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes, haverá a procissão motorizada: 

—  Depois da celebração vamos passar com o Santíssimo para abençoar às famílias e pedimos que as pessoas coloquem peças brancas nas janelas e portas das casas ou símbolos de devoção e fé. Um dos aspectos mais importantes agora é se cuidar e cuidar do outro. Quem está no grupo de risco tem que ficar em casa, e os demais também só devem sair o necessário. 

Haverá missas às 9h, 10h30min, 14h, 16h e 18h  na Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes com transmissão pelas páginas do Facebook da paróquia, da prefeitura (floresdacunha.rs.gov.br) e do turismo (turismoflores.com.br), além das programações das rádios locais. Já no domingo, dia 14, ocorre uma missa especial no Eremitério do Frei Salvador, às 9h, com capacidade de público limitada a 25% e utilização de máscaras. Às 14h, ocorre a saída de uma carreata com Santíssimo da Igreja Matriz até o Eremitério do Frei Salvador, onde ocorrerá a benção aos carros em formato de drive-thru. Motoristas e passageiros devem estar com máscaras protegendo o rosto e não devem sair dos carros. 

SÃO MARCOS 

Em São Marcos, as celebrações de Corpus Christi, também serão diferentes. A tradicional confecção dos tapetes coloridos nas ruas centrais da cidade foi cancelada para evitar aglomerações de fiéis. A missa das 9h será transmitida direto da Igreja Matriz de São Marcos, com transmissão pelo Facebook da paróquia central e da paróquia do distrito de Criúva. A celebração será com as igrejas vazias. O pároco da Igreja Matriz, padre Tadeu Antonio Libarei, convida os fiéis a doarem alimentos para famílias que passam dificuldades na cidade:

—  Depois da celebração, o Santíssimo Sacramento ficará exposto na frente da Igreja Matriz, onde os fiéis poderão passar de carro para receber a bênção. Eles não devem sair dos carros. Também pedimos que aproveitam esse momento para doar alimentos às famílias pobres que têm enfrentado ainda mais dificuldade. 

BENTO GONÇALVES

Em Bento Gonçalves, um dos municípios onde há mais casos de pacientes infectados com covid-19, as igrejas e capelas estão fechadas. As missas com presença de fiéis e outras atividades que podem gerar aglomeração, inclusive nos salões paroquiais e das comunidades, também estão suspensas. Para vivenciar a celebração do Corpo e Sangue de Jesus Cristo, a Paróquia Santo Antônio realizará uma programação diferente, com missas online às 8h30min e às 18h, que inclui procissões motorizadas com o Santíssimo Sacramento pelas ruas da cidade. 

No lugar dos tradicionais tapetes coloridos com serragem, as famílias são convidadas a saudar o Santíssimo Sacramento com pequenos altares decorados com o Sagrado Coração de Jesus, imagens religiosas e símbolos de fé, tapetes ou cobertores coloridos nas janelas e sacadas. Serão realizadas procissões motorizadas, às 10h e às 14h que terão como ponto de partida o Santuário Santo Antônio e circularão por diversos pontos da cidade levando o ostensório com o Cristo na Eucaristia. 

—  Celebraremos o Corpo de Cristo, ou seja, a Eucaristia, o Pão do Céu que visita as casas. Ao passarmos pelas ruas, estenderemos à bênção a todos os lares e comunidades, compartilhando com os bentogonçalvenses um momento diferente de renovação espiritual —  explica o pároco da Paróquia Santo Antônio, padre Ricardo Fontana.

FARROUPILHA

Farroupilha também terá uma celebração diferente. Mesmo com os devotos na igreja, em número reduzido, a missa das 9h será transmitida pelas redes sociais da paróquia Paróquia Sagrado Coração de Jesus, no centro da cidade e por veículos de comunicação, inclusive, dois canais de TV para todo o Estado. O padre Paulo Gasparetto pede que a comunidade aproveite a celebração para doar alimentos e produtos de higiene e limpeza. 

—  No sábado já começamos a coleta de alimentos em pontos da cidade e também em frente à igreja, pelos fiéis que passaram pela paróquia de carro para fazer as doações. Esses alimentos serão entregues a famílias carentes da cidade. É um momento de colocar em prática a solidariedade, um gesto concreto de Corpus Christi —  diz ele. 

GARIBALDI

Em Garibaldi, as missas com presença de público estão suspensas devido aos casos da doença confirmados na cidade. No dia de Corpus Christi não será diferente. A missa das 9h, que nos outros anos seria campal, portanto, do lado de fora da Igreja Matriz São Pedro, será transmitida online pelas redes sociais. Dentro da igreja, estarão presentes apenas o padre e a equipe da liturgia. Depois da celebração, uma carreata com, no máximo, 20 carros e duas pessoas em cada um deles passará pelas ruas da cidade. 

—  A intenção é que as pessoas fiquem em casa, e enfeitem portas e janelas com panos brancos e vermelhos para expressar a fé e a devoção ao Santíssimo. A carreata passará por 14 bairros da cidade, com 20 paradas para abençoar os fiéis —  ressalta Álvaro Antônio Clunc, que integra a executiva de pastoral da Paróquia São Pedro. 

Ele afirma ainda que o ato concreto de Corpus Christi deste ano é a arrecadação de recursos que serão destinados ao Hospital São Pedro. 

Leia também
Instituto Mix, em Caxias, oferece curso de prevenção contra a covid-19 em troca de alimentos
Socorro à cultura: Caxias do Sul deve receber R$ 3,1 milhões da Lei Aldir Blanc, se esta for sancionada
Maioria das famílias solicita tarefas impressas em escolas para alunos da rede municipal em Caxias




 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros