Nova fase do estudo da UFPel será realizado a partir deste sábado em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pandemia26/06/2020 | 17h53Atualizada em 26/06/2020 | 17h53

Nova fase do estudo da UFPel será realizado a partir deste sábado em Caxias do Sul

Pesquisa ocorre de 27 a 29 de junho em 500 residências do município

Nova fase do estudo da UFPel será realizado a partir deste sábado em Caxias do Sul Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O estudo do Governo do Estado, "EPICOVID-19: Frequência da Covid-19 no RS", coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), testará mais 500 pessoas em Caxias do Sul. A pesquisa ocorre de 27 a 29 de junho. 

Leia mais:
Caxias do Sul participará de estudo da Universidade Federal de Pelotas sobre covid-19
Pesquisa aponta que para cada caso confirmado da covid-19 são outros quatro subnotificados no RS
Caxienses estão saindo mais de casa todos os dias, aponta pesquisa da UFPel
Percentual de pessoas em casa o tempo todo em Caxias aumenta, segundo pesquisa da Ufpel

Assim como nas etapas anteriores, a equipe fará uma entrevista e aplicará o teste rápido, para detectar quem já teve contato com o coronavírus. Serão testadas e entrevistadas, ao todo, 18 mil pessoas no RS. O estudo também está sendo aplicado no país todo, com o intuito de: 

:: Estimar o percentual de gaúchos infectados com o SARS-CoV-2;
:: Determinar o percentual de infecções assintomáticas ou subclínicas;
:: Avaliar os sintomas mais comumente relatados pelos infectados;
:: Analisar a evolução quinzenal da prevalência de infectados no RS num período de 45 dias;
:: Fornecer estimativas do percentual de infectados, permitindo cálculos precisos da letalidade da doença;
:: Estimar a sensibilidade e a especificidade do teste rápido. 

Como funciona
Durante a visita, os entrevistadores aplicam um breve questionário e coletam uma amostra de sangue (uma gota) da ponta do dedo do participante, que será analisada pelo aparelho de teste em aproximadamente 15 minutos. O teste rápido detecta a presença de anticorpos, que são defesas produzidas pelo organismo somente depois de sete a dez dias da data de contágio pelo vírus. Dentro desse período, o resultado pode apontar negativo, mesmo que a pessoa tenha contraído o coronavírus. Em caso de resultado positivo, os participantes recebem um informativo com orientações e, em seguida, são contatados para acompanhamento e suporte da secretaria de saúde local.

Etapas anteriores
Na primeira rodada da pesquisa, dos 500 moradores de Caxias do Sul testados, todos apresentaram resultados negativos para o vírus. Na segunda rodada, que ocorreu nos dias 25, 26 e 27 de abril, foram 500 testes negativos no município. Na terceira rodada, o estudo projetou que 783 caxienses estavam com o vírus e dois testaram positivo. À época, eram 87 infectados na cidade. 

Leia também:
Gurias do Brasil-Fa retomam atividades depois de testarem para o coronavírus
Preparador físico do Caxias analisa retomada dos treinamentos

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros