Em 10 dias, hospitais da Serra ganham 33 leitos de UTI - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Estrutura ampliada18/06/2020 | 10h14Atualizada em 18/06/2020 | 14h46

Em 10 dias, hospitais da Serra ganham 33 leitos de UTI

Perspectiva é que mais vagas sejam abertas nos próximos dias

Em 10 dias, hospitais da Serra ganham 33 leitos de UTI João Teixeira / Divulgação/Divulgação
Leitos em Gramado foram inaugurados nesta quinta-feira Foto: João Teixeira / Divulgação / Divulgação

Na bandeira vermelha do sistema de distanciamento social controlado desde a segunda-feira (15), a Serra tem feito esforço para aumentar o número de leitos de UTI disponíveis, um dos indicadores usados pelo Governo do Estado nas ações para conter o coronavírus. Até a quarta-feira (17), eram 193 vagas cadastradas no sistema estadual na região. Nesta quinta-feira (18) à tarde, o número chegou a 209. 

O salto é ainda mais expressivo quando se comparam dados dos últimos 10 dias. Em 8 de junho, eram 176 vagas nas unidades de terapia intensiva. Ou seja, o aumento no período foi de 33 leitos. O dado considera a rede pública e a rede particular. 

O aumento na disponibilidade naturalmente implicou na redução da taxa de ocupação. Enquanto no dia 8 esse índice estava em 82%, agora está em 67,9%. Além disso, houve uma pequena redução no número de pacientes internados: de 145 em 8 de junho para 142 nesta quinta. 

Os últimos leitos a serem incluídos foram os do Hospital Arcanjo São Miguel, de Gramado, habilitados pelo Ministério da Saúde na semana passada. Ainda foram incluídas vagas em instituições de Caxias do Sul, Farroupilha e Bento Gonçalves.

Leia mais
Ministério da Saúde habilita 18 leitos de UTI na Serra
Hospital da Unimed coloca em funcionamento mais cinco UTIs em Caxias do Sul
Empresas doam 15 respiradores para hospitais de Caxias do Sul
Hospitais de Caxias e Vacaria vão receber respiradores do Ministério da Saúde

A perspectiva é que o número de leitos de UTI aumente ainda mais nos próximos dias. Em Caxias do Sul, o Hospital Pompéia irá abrir, ao menos, sete novas vagas para a rede pública de saúde. Isso será possível a partir da doação de respiradores feita por empresários da região. Mas, conforme a superintendente do hospital, Lara Sales Vieira, ainda faltam bombas de infusão e monitores. Outra dificuldade é o processo de contratação de profissionais da saúde necessários para ampliar a terapia intensiva. Por causa disso, ainda não há um prazo para que a estrutura fique à disposição da comunidade.

— Nessas duas últimas semanas, o número de casos aumentou em terapia intensiva. Hoje, estamos mantendo taxas altas de ocupação, em torno de 80%, 85%, de forma que esses sete novos leitos, certamente, no agravamento do contágio, serão fundamentais para oferecer com cuidados com segurança — adianta Lara.

Além disso, o Estado promete destinar sete respiradores enviados pelo governo federal ao Pompéia. Conforme a superintendente, esse processo ainda está em negociação. 

Outro hospital que ampliou leitos de UTI em Caxias foi o da Unimed, com cinco vagas, apenas para a rede privada. Eles foram criados junto à Unidade de Dor Torácica do Complexo Hospitalar da Unimed, em Caxias do Sul.  Com essa iniciativa, o hospital terá, ao todo, 25 leitos de UTI. Esses leitos ainda não constam nos painéis da SES e da prefeitura municipal de Caxias.

Caxias do Sul é o município da Serra que concentra o maior número de leitos de UTI. Pela atualização do painel covid da cidade, são 118 (ainda sem contar os da Unimed), com taxa de ocupação em 64,4% nesta quinta-feira, uma redução significativa em relação a dias anteriores, quando chegou próximo de 80%.

O segundo município mais populoso da região, Bento Gonçalves, conta agora 40 leitos de UTI em funcionamento. Na quarta-feira (17), três novas vagas contratualizadas pela prefeitura com o Hospital Tacchini passaram a funcionar, além de outras duas viabilizadas em parceria com Carlos Barbosa. Bento tem 80% de ocupação na terapia intensiva, com 32 leitos ocupados.

Leia também
Pedestre é atropelado na Rua Sinimbu, em Caxias do Sul
As crises que venci: acompanhe entrevista com Marcio Chiaramonte
Quinta será de tempo firme e céu encoberto na Serra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros