Com bandeira vermelha, municípios da Serra se mobilizam para compra de vagas em UTIs - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Reforço16/06/2020 | 12h19Atualizada em 16/06/2020 | 12h19

Com bandeira vermelha, municípios da Serra se mobilizam para compra de vagas em UTIs

Previsão é de que 12 novos leitos entrem em funcionamento com pagamento das prefeituras

Com bandeira vermelha, municípios da Serra se mobilizam para compra de vagas em UTIs Porthus Junior/Agencia RBS
Prefeitura de Caxias diz que colocará sete leitos em funcionamento o Hospital Pompéia nos próximos 10 dias Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Municípios da Serra devem ganhar novos leitos de UTI nos próximos dias. A aquisição de vagas de terapia intensiva é articulada pelas prefeituras de Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Carlos Barbosa. O total previsto é de 12 novos leitos pagos com recursos municipais. Além disso, a expectativa é que entrem em funcionamento outros 13 em Farroupilha e Gramado, habilitados na semana passada pelo Ministério da Saúde. O governo federal também autorizou o repasse de recursos para outros cinco leitos em Bento Gonçalves, que já estavam em funcionamento.

O reforço nas UTIs significa uma esperança de sair da bandeira vermelha no sistema de distanciamento social controlado do governo do Estado, em que a Serra entrou na segunda-feira (15). A mudança significa que a região tem uma situação mais crítica na pandemia de coronavírus em relação às semanas anteriores quando vigorou a bandeira laranja.

Dos 12 novos leitos custeados pelas prefeituras, sete ficarão em Caxias do Sul. A previsão da Secretaria Municipal da Saúde é que as novas vagas para terapia intensiva comecem a funcionar em 10 dias no Hospital Pompéia. Os ventiladores foram doados por empresas e entidades do município. Os equipamentos estão agora em fase de calibragem, processo que verifica se eles atendem aos critérios para entrarem em operação. Conforme o secretário da Saúde, Jorge Olavo Hanh Castro, o custo será de R$ 2,6 mil para cada vaga.

— Ajudará em muito a sair da bandeira vermelha — projeta o secretário.

Leia mais
Prefeitura de Carlos Barbosa vai financiar leitos de UTI no Hopital Tacchini, de Bento Gonçalves
Ministério da Saúde habilita 18 leitos de UTI na Serra

Outros cinco leitos ficarão em Bento Gonçalves. Três serão custeados pela prefeitura do próprio município e dois pelo de Carlos Barbosa. Em entrevista ao Gaúcha Atualidade da rádio Gaúcha nesta terça-feira (16), o prefeito de Bento, Guilherme Pasin (PP), voltou a contestar a decisão de incluir a região na bandeira vermelha e afirmou que os dados têm sido alterados de maneira frequente:

— Esse dado tem atraso, tendo em vista que hoje nós temos dados completamente diferentes. Na verdade, na sexta-feira, no sábado, já tivemos dados completamente diferentes do meio da semana, contando com muito mais casos de curados do que contaminando pessoas, um nível de estabilidade em contaminados ativos, cerca de 90 pacientes hoje, e uma condição completamente diferente daquela que é apresentada. 

Conforme dados da Secretaria Estadual da Saúde, a Serra tem 193 leitos de UTI. Desses, 141 estão ocupados, o que significa uma taxa de ocupação de 73%. Houve redução em relação a sábado (13), quando ficou em 77%. 

Leia também
Prefeito de Caxias diz estar apreensivo sobre decisão do Estado em relação à mudança de classificação de bandeira
Prefeitura de Caxias do Sul confirma a oitava morte por coronavírus na cidade
Decisão do Estado sobre possível mudança de bandeira na Serra deve sair no início da tarde desta terça

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros