Com a gestão da Upa Zona Norte, em Caxias, UCS pretende contratar mais profissionais para o serviço - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Saúde09/06/2020 | 12h04Atualizada em 09/06/2020 | 12h04

Com a gestão da Upa Zona Norte, em Caxias, UCS pretende contratar mais profissionais para o serviço

Conforme Evaldo Kuiava, a ideia é aumentar o número de profissionais da unidade para melhorar atendimento

Com a gestão da Upa Zona Norte, em Caxias, UCS pretende contratar mais profissionais para o serviço Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte terá a gestão da Universidade de Caxias do Sul (UCS) a partir de 1º de julho. Entretanto, a definição do contrato ainda depende da aprovação da Câmara de Vereadores, que vai analisar a iniciativa durante a sessão desta quarta-feira (10). A UCS substituirá a gestão do Instituto de Gestão e Humanização (IGH), que comandava os processos e assuntos voltados ao atendimento de pacientes no local. 

Durante entrevista ao programa Gaúcha Hoje da Rádio Gaúcha Serra nesta terça-feira (9), o reitor Evando Kuiava disse que a parceria entre o poder público e a instituição vai qualificar o atendimento e os serviços já prestados na Upa. De acordo com ele, a gestão será feita com menos recursos, mas suficientes e eficazes.  O valor do contrato atual é de R$ 2 milhões, mas passará para R$ 1,8 milhão a partir de julho. Além disso, o Kuiava salienta que, para a própria instituição, essa novidade chega em um bom momento, já que também vai beneficiar alunos e profissionais da área da saúde, tanto no campo de estágios, como práticas e pesquisas.     

— Queremos implantar um serviço de telemedicina, que vai permitir menos deslocamentos até a UPA Zona Norte, na medida do possível. Nesse sentido, nós poderemos conectar o serviço com nosso centro clínico do próprio Hospital Geral (HG). Nós fizemos todo um estudo do quem tem lá (UPA) e acreditamos que podemos fazer mais _ afirma o reitor. 

Leia mais
UCS assume gestão da UPA Zona Norte a partir de 1° de julho
IGH deixará gestão da UPA Zona Norte, de Caxias do Sul, em junho

De acordo com Kuiava, esse diagnóstico feito junto à UPA Zona Norte já detectou melhorias que podem ser feitas em diferentes processos, como a previsão de contratação de funcionários que vão atender aos pacientes.

— Existe uma previsão de contratação de 200 pessoas. Evidentemente que nós queremos aproveitar quem está lá, quem possui experiência. A perspectiva é termos mais médicos atendendo, queremos diminuir toda a espera. Além do processo técnico existe todo um processo de gestão. Não é só ter uma equipe de médicos, mas ter uma estrutura que dá conta do aspecto administrativo, que é também necessário.        

Ouça a entrevista na íntegra:

Leia também
Campanha em Bento Gonçalves oferece descontos em estabelecimentos para atrair turistas
Apesar da fiscalização, relatos de superlotação no transporte coletivo de Caxias persistem
Codeca tem prejuízo de R$ 655 mil até abril

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros