Chuva constante na Serra ajuda a recuperar mananciais impactados pela estiagem na zona rural - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Agricultura30/06/2020 | 13h18Atualizada em 30/06/2020 | 13h18

Chuva constante na Serra ajuda a recuperar mananciais impactados pela estiagem na zona rural

Em menos de um dia, choveu mais da metade da média mensal em Caxias

Chuva constante na Serra ajuda a recuperar mananciais impactados pela estiagem na zona rural Lauro Alves/Agencia RBS
Em Caxias, choveram 188,3 milímetros ao longo do mês Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Depois de meses de estiagem, junho teve chuva em boa quantidade para os produtores rurais da Serra. Em Caxias, choveram 188,3 milímetros ao longo do mês, conforme dados da estação do Instituto Nacional de Meteorologia localizada no Aeroporto Hugo Cantergiani. A quantidade é maior que a média mensal, que varia de 120 a 160 milímetros. A chuva dessa semana, em especial, é celebrada por garantir a recuperação mais efetiva dos mananciais para abastecimento de água na zona rural.

Entre 14h45min de segunda-feira (29) e 8h35min desta terça-feira (30), choveram 85,2 milímetros em Caxias. A maior parte da precipitação ocorreu a partir das 18h20min de segunda, um total de 67,4 milímetros.

— É de se comemorar. Tivemos as chuvas anteriores que encharcaram o solo. Agora, essa chuva vai reforçar os mananciais que estavam bastante esgotados — comenta o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Farroupilha, Marcio Ferrari.

Leia mais
Com baixo nível de água, carcaças de carro são encontradas em barragem de Farroupilha
Governo do Estado homologa situação de emergência em Caxias do Sul devido à estiagem

Segundo ele, o ideal seria uma regularidade de chuva ao menos uma vez a cada 15 dias para se chegar ao verão em uma situação mais confortável. Existe uma preocupação em relação ao período mais quente do ano. Conforme a gerente do escritório regional da Emater, Sandra Dalmina, as previsões indicam nova estiagem:

— Precisamos que tenha chuva em grandes volumes para repor a umidade do solo e conseguir agora no inverno o acúmulo de água para o verão — afirma.

Ao longo dos últimos meses, os agricultores enfrentaram não apenas a dificuldade de irrigação das plantações, como também para o próprio abastecimento. Em Caxias, a prefeitura fez intervenções para garantir que os moradores do interior não ficassem sem água, como instalação de cisternas e instalação de medidas de proteção a fontes de água individuais. A diretora técnica da Secretaria Municipal da Agricultura, Neiva Rech, reforça que a situação está agora mais próxima do normal:

— Foi muito importante (a chuva). A gente vê pela demanda. Antes, tínhamos de cinco a oito ligações para a secretaria por dia de falta de água para consumo e reduziu bastante — exemplifica.

Para se antecipar a uma possível estiagem no próximo verão, a ideia é seguir com o projeto de instalação de caixas d’água de cinco mil litros no interior de Caxias. A forma de parceria com os agricultores ainda está em estudo. Além disso, Neiva explica que há necessidade de continuar com o processo de proteção das fontes para garantir não apenas o abastecimento, mas também a qualidade da água.

Leia também
Contrato de repasse de R$ 30 milhões para indenizações de área Aeroporto da Serra Gaúcha será assinado nesta quarta
Foragido do Paraná é suspeito de assassinato, incêndio e sequestro em São Marcos
Prefeitura de Bento Gonçalves abre contratação de visitadores para retomar programas assistenciais

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros