Centro vazio e shoppings cheios: como foi o último dia antes da troca da bandeira em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Distanciamento controlado14/06/2020 | 19h34Atualizada em 14/06/2020 | 19h34

Centro vazio e shoppings cheios: como foi o último dia antes da troca da bandeira em Caxias do Sul

A partir desta segunda-feira (15), estabelecimentos fecham por pelo menos 15 dias

Centro vazio e shoppings cheios: como foi o último dia antes da troca da bandeira em Caxias do Sul Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Shopping Centers de Caxias tiveram alta procura no último dia antes da troca de bandeira no modelo de distanciamento controlado Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O último dia antes da mudança de Caxias do Sul trocar a bandeira no modelo de distanciamento controlado do Estado do Rio Grande do Sul foi de pouco movimento no centro da cidade, mas de shopping centers cheios. A troca da região da sinalização de laranja para vermelha, que ocorre a partir desta segunda-feira (15), fará com que grande parte do comércio tenha que fechar novamente suas atividades por pelo menos 15 dias.

Leia mais
Comércio e indústria projetam cenário dramático a partir das novas restrições na Serra
Como prefeituras da Serra reagiram ao anúncio da bandeira vermelha
Serra está na bandeira vermelha: comércio e serviços não podem abrir por duas semanas

Como habitualmente ocorre nos domingos, o centro da cidade foi de pouca movimentação no comércio. As poucas lojas que abriram tinham escassos clientes. Em sua maioria, eram lojas populares de roupas, que rotineiramente abrem todos os dias. Os outros comércios que também estavam abertos na área central eram de farmácias e supermercados, que sofrerão poucas alterações em suas atividades com a mudança das bandeiras por serem considerados serviços essenciais.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 14/06/2020 - Novo decreto do governador altera bandeira na Serra. No último dia de bandeira laranja, movimento no centro estava calmo, mas no shopping foi grande. Agora, a serra está com a bandeira vermelha, que impõe mais restrições. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14522082) -->
No Centro, poucas lojas abriram e algumas pessoas aproveitaram o sol na tarde gelada de domingoFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A maior parte das pessoas que circularam pelas ruas centrais praticavam caminhadas, individualmente ou em família, aproveitando a tarde de sol em meio ao tempo frio que se estabeleceu na Serra.

Shopping centers cheios

A realidade que se via no centro da cidade era completamente diferente do que se apresentava nos shopping centers de Caxias do Sul. No Iguatemi, o estacionamento interno cheio, as constantes filas na entrada da Avenida Therezinha Pauletti Sanvitto e a falta de espaço para estacionar no lado de fora, nas ruas Guerino Sanvitto e Isadora Sanvitto Andreazza Demore, já indicavam a alta procura das pessoas no último dia de funcionamento do estabelecimento antes da troca de bandeira epidemiológica — e consequente fechamento das atividades por pelo menos 15 dias.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 14/06/2020 - Novo decreto do governador altera bandeira na Serra. No último dia de bandeira laranja, movimento no centro estava calmo, mas no shopping foi grande. Agora, a serra está com a bandeira vermelha, que impõe mais restrições. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14522098) -->
Entrada principal do Shopping Iguatemi apresentou movimento constanteFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

No interior do shopping, a movimentação principal se concentrava na praça de alimentação. Em diversos restaurantes e sorveterias era possível observar a existência de filas. A redução das equipes de trabalho em decorrência da pandemia do coronavírus era o argumento de alguns lojistas para a dificuldade em realizar um atendimento mais ágil.

Nos corredores do shopping também havia princípios de aglomeração e pouco respeito às medidas de distanciamento social. Como de costume, a maior parte do público era feito por famílias completas e casais.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 14/06/2020 - Novo decreto do governador altera bandeira na Serra. No último dia de bandeira laranja, movimento no centro estava calmo, mas no shopping foi grande. Agora, a serra está com a bandeira vermelha, que impõe mais restrições. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14522091) -->
Na Rua Isadora Sanvitto Andreazza Demore, atrás do shopping, poucos lugares restavam para quem quisesse estacionarFoto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

 No Bourbon São Pelegrino, as aglomerações não eram tão grandes, mas a movimentação era constante. Com algumas lojas fechadas, a procura principal dos clientes era pelo supermercado dentro do estabelecimento e por uma loja de multivarejo.

Nos dois shopping centers havia aferição da temperatura com termômetros infravermelhos.

O Pratavieira Shopping, no centro da cidade, não abre aos domingos. A empresa aguardará as definições do governo municipal para que haja a confirmação de como irá proceder a partir da mudança da bandeira.

Leia também
Região com mais casos e 77% das UTIs ocupadas: o que colocou a Serra em bandeira vermelha
Prefeitura de Bento Gonçalves confirma a 24ª morte por coronavírus

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros