Associação dos Municípios de Turismo da Serra quer reavaliação e implantação de bandeira amarela - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Retomada interrompida15/06/2020 | 17h23Atualizada em 15/06/2020 | 17h23

Associação dos Municípios de Turismo da Serra quer reavaliação e implantação de bandeira amarela

Reunião ocorreu em Gramado, nesta segunda-feira (15)

Associação dos Municípios de Turismo da Serra quer reavaliação e implantação de bandeira amarela Lu Zanatta / Divulgação/Divulgação
Associação dos Municípios de Turismo da Serra (Amserra) reuniu-se na prefeitura de Gramado, ainda pela manhã, para elaboração de um documento que solicita a reanálise da bandeira Foto: Lu Zanatta / Divulgação / Divulgação

A semana começou com uma significativa queda no movimento em Gramado que, assim como outros municípios da Serra, cumpre, com insatisfação, a troca de bandeira determinada pelo Governo do Estado à região a partir desta segunda-feira (15). Com a retomada do turismo interrompida pelas medidas do Estado, a Associação dos Municípios de Turismo da Serra (Amserra) reuniu-se na prefeitura de Gramado, ainda pela manhã, para elaboração de um documento que solicita a reanálise da bandeira. 

Eles acreditam que os sete municípios da associação devam estar na bandeira amarela. As cidades são Gramado, Nova Petrópolis, Canela, Santa Maria do Herval e Picada Café, além de São Francisco de Paula e Cambará do Sul, que já estão no nível de maior flexibilização.

O documento assinado pelos prefeitos afirma que "tais cidades cumpriram rigorosamente as orientações emanadas do Executivo Estadual, a ponto de apresentarem números pelo menos alvissareiros em relação à pandemia causada pelo coronavírus. No entanto, foram atingidos por números oriundos de locais diversos, sem vinculação geográfica, econômica e social, causadores diretos da reclassificação".

A reunião da associação com o governador Eduardo Leite ocorre na tarde desta segunda-feira (15) com previsão de encerrar somente no início da noite.

Retomada interrompida pela bandeira vermelha

Sob vigência da bandeira vermelha, restaurantes e lojas fecharam as portas, deixando praticamente sem programação os turistas que ainda se hospedam em Gramado. A troca surpreendeu representantes dos setores ligados ao turismo, principalmente por se dar após o feriadão que registrou a maior ocupação hoteleira na cidade desde o início da pandemia, em meados de março.

Sob vigência da bandeira vermelha, restaurantes e lojas fecharam as portas, deixando praticamente sem programação os turistas que ainda se hospedam em GramadoFoto: Jeferson Ageitos / RBSTV

— É uma surpresa muito desagradável, a gente não esperava uma mudança de critério tão drástica. Desde o início da pandemia, fomos extremamente cuidadosos, fomos os primeiros a parar, melhoramos a estrutura hospitalar e começamos a voltar aos poucos com protocolos rigorosos, por isso, estávamos colhendo frutos de uma situação muito bem controlada, agora realmente ficamos muito chateados. Vamos pleitear uma mudança nestes critérios porque precisamos voltar, a economia precisa girar. Entendemos muito bem a questão da saúde, não estamos passando por cima disso, mas queremos ter a oportunidade de trabalhar com todos os cuidados — afirmou Mauro Salles, presidente do Sindicato Patronal da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Parques, Museus e Similares da Região das Hortênsias (SindTur Serra Gaúcha), entidade que também pede reavaliação por parte do governo estadual.

Segundo ele, desde a reabertura dos estabelecimentos nas cidades turísticas da região, a confiança do visitante vinha sendo reconquistada aos poucos, com ocupação aumentando a cada final de semana. De acordo com Salles, a semana iniciou com foco na situação da troca de bandeira e, por isso, não houve ainda um levantamento oficial quanto à ocupação durante o feriadão, embora acredita-se que a expectativa era de até 60% da capacidade atingida — em relação ao total permitido pela bandeira laranja, vigente até domingo (14).

Leia também
"Antes de entrar em coma, ele estava muito arrependido", diz filho de paciente que está na UTI com covid-19








 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros