Usuários abrigados nos Pavilhões da Festa da Uva deixam espaço para recomeçar em nova residência - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Recomeço 14/05/2020 | 17h10Atualizada em 14/05/2020 | 17h10

Usuários abrigados nos Pavilhões da Festa da Uva deixam espaço para recomeçar em nova residência

Agora, eles buscam espaço no mercado de trabalho

Usuários abrigados nos Pavilhões da Festa da Uva deixam espaço para recomeçar em nova residência Divulgação/Prefeitura de Caxias
Foto: Divulgação / Prefeitura de Caxias
Pioneiro
Pioneiro

Dois homens, de 23 e 44 anos, atendidos pelo abrigo especial montado nos Pavilhões da Festa da Uva deixaram o local, na última quarta-feira (13), e mudaram-se para uma casa alugada. Junto com eles, um cachorrinho de estimação também terá um novo lar. A dupla tinha vontade de recomeçar a vida e, agora, deu um grande passo para isso. 

Leia mais:
Com ambulatório para isolamento, Pavilhões da Festa da Uva já têm 100 moradores de rua em Caxias
Mais de 700 pessoas vivem em situação de rua em Caxias do Sul
Moradores de rua serão transferidos dos pavilhões da Festa da Uva para prédio no bairro Cinquentenário, em Caxias

— Os dois se conheciam de vista antes, mas na quarentena ficaram muito próximos e conseguiram alugar uma casa com o valor do auxílio emergencial que receberam. O Centro Pop Rua  auxiliou na aquisição da mobília da casa por meio de doações, mas agora está pendente a área profissional, pois ambos estão em busca de oportunidade no mercado de trabalho — conta a assistente social Krisiane Zugno. 

Agora, eles buscam um espaço no mercado de trabalho. A psicóloga Bruna Maggero Boff explica que eles continuarão sendo monitorados e receberão qualificação profissional, para possibilitar que encontrem um emprego.

De acordo com relatos da equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social para pessoas em situação de rua (Centro Pop Rua), durante o período em que residiram no abrigo provisório, ambos foram prestativos e voluntariavam-se para auxilar nas atividades diárias, como organização e limpeza do ambiente, por exemplo. Além disso, eles também possuem experiência profissional em diferentes áreas. 

O usuário de 44 anos é natural de Caxias do Sul e tem experiência na área de pintura predial. Já o outro, com 23 anos, nasceu em Vacaria, mas já reside em Caxias há alguns anos. Ele busca seu primeiro emprego. 

— Ficamos muito felizes com esse tipo de notícia, que nos motiva a trabalhar ainda mais, pois muito ainda precisa ser feito — expõe a presidente da Fundação de Assistência Social (FAS), Marles Stela Sebben.

Leia também:
Instituto Quindim entrevista a colombiana Yolanda Reyes, neste sábado
Artista Anilto Caureo irá leiloar obra com renda revertida ao Brechó Chicão

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros