Todas pessoas que tiveram contato com funcionários de frigorífico em Caxias do Sul serão monitoradas - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Surto de coronavírus30/05/2020 | 12h19Atualizada em 30/05/2020 | 18h25

Todas pessoas que tiveram contato com funcionários de frigorífico em Caxias do Sul serão monitoradas

Unidade de Ana Rech registrou 12 casos positivos para covid-19

Todas pessoas que tiveram contato com funcionários de frigorífico em Caxias do Sul serão monitoradas Lauro Alves/Agencia RBS
Funcionários de empresa estão contaminados com a doença Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

As pessoas que entraram em contato com funcionários do frigorífico localizado em Ana Rech, em Caxias do Sul, serão monitoradas pela Secretaria Municipal da Saúde, segundo afirma o titular da pasta Jorge Hahn Castro. O secretário concedeu entrevista ao programa Gaúcha Hoje, da rádio Gaúcha, na manhã deste sábado (30), após a confirmação do primeiro surto em Caxias.

Doze pessoas estão infectadas pela covid-19, segundo confirmação da prefeitura nesta sexta-feira (29). Uma reunião ocorre entre a secretaria e a direção da empresa na segunda-feira (1º).

— Vamos reforçar o cumprimento do plano de contingência que a empresa já possui e iremos fiscalizar esse plano — disse Castro sem repassar mais detalhes

Leia mais
Frigorífico em Caxias do Sul registra surto de coronavírus entre funcionários

Segundo ele, o frigorífico, assim como todas as fábricas da cidade, são obrigados a avaliar diariamente a situação dos funcionários e informar sobre síndromes gripais à Secretaria. Há um trabalho de monitoramento em frigoríficos da cidade desde 23 de março, conforme o município.

Castro diz, ainda, não ter dados sobre o número de pessoas que precisaram ser afastadas da empresa. Questionado sobre como proceder com a população que reside na região de Ana Rech, ele orienta as mesmas recomendações de isolamento social, uso de máscaras e higienização feitas a todos os caxienses. Sobre a suspensão das atividades da unidade em Ana Rech, o secretário descarta a possibilidade até o momento.

— Fechamento seria em último caso — acredita

Castro afirmou, ainda, que a maioria dos pacientes com coronavírus atendidos em Caxias é de municípios vizinhos. 

— Caxias está dando suporte aos municípios da região. Nossa capacidade de aumentar leitos de UTI é imediata — afirma

Na sexta-feira, a diretora da Vigilância em Saúde, infectologista Andréa Dal Bó, afirmou que nenhum paciente contaminado no frigorífico está hospitalizado e os sintomas são considerados leves.

CONTRAPONTO 

Em nota, a JBS, responsável pelo frigorífico de Ana Rech, destacou  o afastamento de trabalhadores com indicação médica.

Confira a nota completa:

A JBS informa que desde o início da pandemia no Brasil tem se pautado pelo absoluto foco na saúde, segurança e proteção dos seus mais de 130 mil colaboradores para o enfrentamento à covid-19 em todas suas unidades.

Tão logo teve a confirmação do primeiro caso de covid-19 em sua planta de Ana Rech  (RS), a empresa seguiu com todas as medidas previstas em seu protocolo - afastando todos os casos com indicação médica e monitorando 100% dos demais colaboradores. Entre as medidas previstas também estão a desinfecção geral da unidade. 

A companhia vem atuando em conjunto com as autoridades públicas e suas ações seguem as recomendações dos órgãos de saúde e também do protocolo dos Ministérios da Saúde, Agricultura e Economia. A JBS contratou especialistas do Hospital Albert Einstein e de médicos infectologistas para apoiar na construção das medidas de prevenção e na proteção aos seus colaboradores

Leia também
Subocupação, sobrecarga e precarização: impactos da crise podem ser piores para trabalhadores

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros