"Não dá para brigar com o que a gente não vê", diz representante dos lojistas de Bom Jesus - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Medida forte22/05/2020 | 18h15Atualizada em 22/05/2020 | 19h40

"Não dá para brigar com o que a gente não vê", diz representante dos lojistas de Bom Jesus

Eniomar Vanin Rodrigues ressalta que a paralisação se mostra necessária neste momento

"Não dá para brigar com o que a gente não vê", diz representante dos lojistas de Bom Jesus Lucas Amorelli/Agencia RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

A cidade de Bom Jesus iniciou uma medida forte para controlar o crescimento de novos casos do coronavírus, que se intensificou nos últimos 10 dias. O novo decreto municipal impõe fechamento do comércio por duas semanas, ficando aberto apenas os serviços essenciais. Para o presidente da Associação Comercial e Industrial (ACIS) de Bom Jesus, Eniomar Vanin Rodrigues, serão dias complicados e necessários para o momento.

— Serão 14 dias difíceis para o comércio. Estamos tentando encontrar um meio de flexibilização, mas de forma pacífica. Não dá para brigar com o que a gente não vê e o vírus chegou na nossa cidade — afirma Rodrigues, que complementa:

— Vamos nos sacrificar agora, para depois a gente se reorganizar e encontrar uma forma de recuperar.

Leia mais
Quase dois anos depois, asfaltamento de estrada entre Cambará e São José dos Ausentes é retomado
Escolas municipais de Farroupilha reabrem na quarta-feira, mas sem aulas presenciais

Bom Jesus não possui UTI's e isso é um fator que preocupa nesse momento que os casos dispararam. A economia depende e muito da agricultura, sendo que o comércio é pequeno. A ACIS representa 98 associados — tendo representados em Jaquirana e São José dos Ausentes.

Para o Rodrigues, será preciso que todos entendam esse momento complicado. A ACIS estuda uma forma de flexibilização para que o comércio volte a abrir de forma segura, mas por enquanto está bem complicado.

— Tem que defender o comércio, mas com a pandemia fica difícil de bater contra. Nós somos empresários, mas nós somos cidadãos e mortais, como quaisquer outros — completa o dirigente.

Esse primeiro dia de fechamento do comércio e isolamento social teve bastante adesão. Vídeos publicados nas redes sociais da prefeitura mostraram as ruas desertas na sexta-feira (22).

Leia também
Viaje sem sair de casa: zona arqueológica de Tula preserva a cultura tolteca
Ingresso ao curso de Medicina na UCS será realizado por meio de notas do Enem
Projeto de lei propõe desburocratizar setor de fretamento em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros