Mesmo com financiamento da prefeitura de Caxias, nova UTI do Hospital Geral atenderá toda a região - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Saúde pública15/05/2020 | 13h41Atualizada em 15/05/2020 | 13h48

Mesmo com financiamento da prefeitura de Caxias, nova UTI do Hospital Geral atenderá toda a região

Inauguração ocorre no sábado com a presença do governador Eduardo Leite

Mesmo com financiamento da prefeitura de Caxias, nova UTI do Hospital Geral atenderá toda a região Luana Duarte / Divulgação/Divulgação
Leitos foram entregues ao hospital há mais de um mês, mas ainda não entraram em funcionamento Foto: Luana Duarte / Divulgação / Divulgação

Está marcada para o sábado (16) a inauguração da nova UTI do Hospital Geral (HG) de Caxias do Sul. A cerimônia estava prevista para esta sexta-feira (15), mas foi adiada para contar com a presença do governador Eduardo Leite (PSDB). Os 10 leitos ainda aguardam habilitação do Ministério da Saúde, mas a prefeitura decidiu pagar pelo serviço para garantir o funcionamento. Apesar da verba municipal, o secretário da Saúde de Caxias do Sul, Jorge Olavo Hahn Castro, diz que o atendimento será estendido a todos os pacientes da região.

Os equipamentos da UTI foram entregues ao hospital há mais de um mês pelo governo estadual. Desde então, é aguardado o procedimento junto ao governo federal para garantir o repasse de recursos da União. Com a demora e a perspectiva de avanço da pandemia, a decisão da prefeitura é de pagar integralmente pelos leitos. O valor, de acordo com o secretário, é de R$ 2,6 mil por dia por paciente.

Leia mais
Hospital Geral de Caxias do Sul recebe nesta quarta novos leitos de UTI
Nova UTI do Hospital Geral de Caxias do Sul tem previsão de inauguração na sexta-feira
Serra tem 16 leitos de UTI prontos à espera de habilitação do Ministério da Saúde
Leitos de UTI servirão para isolamento enquanto hospital de Garibaldi aguarda habilitação de novo serviço 

Caxias é referência para 49 municípios. Conforme o secretário, os hospitais da maior cidade da Serra já estão recebendo moradores de outros locais.

— Por enquanto, não está faltando leito, inclusive estamos dando suporte para os municípios vizinhos. Então, faltando não está, mas com a progressão da pandemia, certamente vai faltar — comenta o secretário.

A prioridade na nova UTI será para casos de síndrome respiratória. O HG conta com outra unidade de terapia intensiva com 10 leitos de funcionamento regular. Na quinta-feira (14), ela funcionava com lotação. Considerando leitos infantis e adultos tanto da rede privada quanto da pública, Caxias conta com 120 vagas. A ocupação está em 57%.

 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros