Fiscalização flagra festa com cerca de 80 pessoas em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Descumprindo decreto30/05/2020 | 13h57Atualizada em 30/05/2020 | 13h57

Fiscalização flagra festa com cerca de 80 pessoas em Caxias do Sul

Ação na madrugada desde sábado também fechou dois bares e autuou pessoas sem máscaras

Fiscalização flagra festa com cerca de 80 pessoas em Caxias do Sul SMU/Divulgação
Operação também interditou dois bares Foto: SMU / Divulgação

Fiscais da prefeitura de Caxias do Sul flagraram - e acabaram - com uma festa clandestina em um loteamento em construção na madrugada deste sábado (30). O espaço no bairro Distrito Industrial reunia cerca de 80 jovens, que estavam reunidos ao ar livre com som automotivo e bebidas.

O flagrante ocorreu após os fiscais, que já estavam nas ruas para identificar eventuais aglomerações, receberem uma denúncia no meio da madrugada.

— Muitos tentaram fugir, entrando nos carros, mas os ficais conseguiram impedir — revela o secretário do Urbanismo, João Uez, que acompanhou a batida.

Durante a operação, a equipe também circulou por bares e proximidades de postos de gasolina. Nesses locais, a fiscalização já tinha informação prévia de concentração de pessoas.

Dos bares visitados, dois foram interditados por irregularidades nos alvarás, no bairro São Pelegrino e no Loteamento São Cristóvão. Como estavam em funcionamento, eles também foram notificados por descumprirem o decreto municipal, que proíbe a abertura de estabelecimentos do tipo durante a pandemia. Agora, os proprietários precisam regularizar o alvará junto à prefeitura e aguardar uma atualização das determinações do município que voltem a permitir o funcionamento de bares. Caso seja constatada atividade antes desse período, os donos estão sujeitos a multa de R$ 35 mil.

Outro flagrante da operação foi de pessoas sem máscaras. Ao todo, 17 pessoas foram autuadas por não usarem o item de segurança, obrigatório na cidade. De acordo com Uez, elas foram identificadas tanto nos bares quanto no entorno de postos de combustíveis e na festa. Os notificados terão prazo de 15 dias para recorrer da autuação junto à prefeitura. Caso o recurso seja negado, cada um pagará multa de R$ 172,45.

Além dos fiscais da Secretaria do Urbanismo, a operação também contou com servidores da Guarda Municipal, fiscalização de trânsito, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Brigada Militar (BM).

 Leia também:
Prefeitura de Gramado suspende atividades em parques turísticos 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros