Caxias do Sul passa a realizar exames para diagnóstico de covid-19 - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pandemia21/05/2020 | 18h07Atualizada em 21/05/2020 | 19h55

Caxias do Sul passa a realizar exames para diagnóstico de covid-19

Laboratório Municipal tem capacidade para 96 exames diários

Caxias do Sul passa a realizar exames para diagnóstico de covid-19 Andréia Copini / Divulgação/Divulgação
Laboratório Municipal tem capacidade para de 96 exames diários Foto: Andréia Copini / Divulgação / Divulgação

Após uma capacitação de aproximadamente uma semana, servidores da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Caxias do Sul passam a agora a atuar na realização local de exames para diagnóstico de covid-19. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (21). De acordo com a prefeitura, o Laboratório Municipal da Central de Exames Complementares, localizado no segundo andar do prédio da Secretaria, tem capacidade para fazer até 96 exames por dia.

Com a realização local dos testes, a prefeitura espera reduzir o tempo para obter resultados, expandido os testes de forma gradativa e segura. O método implantado é o RT-PCR, que detecta o RNA viral da covid-19 no organismo, baseado no protocolo do Instituto de Virologia de Charité, na Alemanha.

— A intenção é ir ampliando de forma gradativa o número de testes por dia, na medida que obtivermos mais insumos. O PCR é um exame seguro e confiável, diferente do teste rápido que tem as suas particularidades. Nosso laboratório já tem os padrões de qualidade e biossegurança exigidos pelo Ministério da Saúde, pela OPAS e a OMS, pois já realiza exames de HIV e HCV. A equipe de bioquímicos foi capacitada e está apta para realizar exames da covid-19 também — afirma o titular da SMS, Jorge Olavo Hahn Castro.

Exames seguirão critérios do Ministério da Saúde, sendo realizados em grupos específicos e pacientes com síndrome respiratória aguda graveFoto: Andréia Copini / Divulgação

Seguindo os critérios do Ministério da Saúde, os exames para covid-19 são realizados em profissionais da saúde, profissionais da segurança penitenciária, profissionais da Guarda Municipal, Fiscalização Municipal de Trânsito, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito e do Instituto Geral de Perícias, pacientes em internação hospitalar por síndrome respiratória aguda grave, gestantes e idosos a partir do 60 anos com síndrome gripal.

Além disso, a prefeitura de Caxias também contratou 400 exames do mesmo método junto à Universidade de Caxias do Sul (UCS). Cada um deles tem o custo de R$ 195,00 e serão utilizados conforme demanda.

Testes por amostragem chegam à última etapa

Nos dias 23, 24 e 25 de maio, será realizada a quarta e última etapa da pesquisa por amostragem que estima o percentual da população infectada. Serão testadas mais 500 pessoas de forma aleatória. Já foram aplicados 1,5 mil testes nas fases anteriores, resultando 1.498 negativos e dois positivos para a doença.

O projeto é uma parceria entre o Governo do Estado em conjunto com o Instituto Pesquisas de Opinião (IPO), coordenado pela Universidade Federal de Pelotas, executado pela UCS com apoio da prefeitura local. Caxias do Sul é a única cidade da Serra gaúcha que participa do estudo.

Leia também
Prefeito de Bom Jesus fecha o comércio após salto no número de infectados pelo coronavírus

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros