UCS apresenta protótipo de ventilador pulmonar - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Esforço coletivo09/04/2020 | 20h47Atualizada em 09/04/2020 | 20h47

UCS apresenta protótipo de ventilador pulmonar

Equipamento foi desenvolvido em parceria com empresas e voluntários

UCS apresenta protótipo de ventilador pulmonar Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Nos testes, o respirador desenvolvido pela universidade foi capaz de manter quatro pulmões artificiais Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação da Universidade de Caxias do Sul (TecnoUCS) apresentou ontem à tarde, em evento realizado no Hospital Geral, um protótipo de ventilador pulmonar que pode ser utilizado em pacientes com insuficiência respiratória causada por coronavírus. O equipamento foi desenvolvido em parceria com empresas locais e contou com o trabalho voluntário de aproximadamente 30 pessoas.

Leia mais:
Caxias do Sul chega a 34 casos de coronavírus

Após mais de 1,5 mil horas dedicadas ao projeto, a intenção da UCS é produzir até 300 unidades do respirador em cinco semanas, visando atender hospitais de campanha ou enfermarias extra-hospitalares em Caxias do Sul e região. Nos testes mecânicos, a máquina foi capaz de manter em funcionamento quatro pulmões artificiais. Agora, a equipe aguarda autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para dar início à testagem clínica.

— Estamos vivendo uma situação inédita, onde vemos o colapso do sistema de saúde até mesmo nas grandes potências. Por isso, nosso desafio foi o da antecipação. Optamos por fazer o que tínhamos de mais simples em termos de ventilação mecânica para que nossos bravos engenheiros pudessem desenvolver o projeto da maneira mais rápida possível. É um equipamento concebido para utilização em cenário de calamidade, em pacientes com risco iminente de morte — explicou o diretor técnico do Hospital Geral, Alexandre Avino.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 09/04/2020 - Apresentação do protótipo de ventilador pulmonar que vem sendo produzido por empresas e profissionais voluntários, sob orientação do Hospital Geral e coordenação do Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação da Universidade de Caxias do Sul - TecnoUCS. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14473703) -->
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O modelo desenvolvido é bastante simples, se comparado aos respiradores utilizados atualmente em hospitais, que possibilitam escolher eletronicamente uma série de modos ventilatórios. O protótipo apresentado prevê apenas um modo de ventilação e não permite colaboração muscular do paciente. Ou seja, só pode ser utilizado em casos em que a pessoa esteja sedada.

Como boa parte dos insumos é fruto de doações de empresas parceiras, os custos para a fabricação dos equipamentos não foram divulgados. Uma máquina tradicional de ventilação pode custar cerca de R$ 60 mil. Durante a fase de pesquisa, a equipe recorreu a componentes inusitados para a montagem, como válvulas de máquinas de lavar e peças de portas de ônibus. Ao longo do processo, elas foram substituídas por componentes de alta tecnologia, o que garante “máxima eficiência”, segundo Avino.

Presente no lançamento, o secretário municipal da Saúde de Caxias do Sul, Jorge Olavo Hahn Castro, agradeceu o engajamento comunitário no projeto e reafirmou sua importância num eventual cenário com falta de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs):

— Esse tipo de ventilador salvou muitas vidas no passado e agora, aprimorado, vai continuar salvando. Se tivermos uma situação de emergência, com pacientes aguardando vagas, ele vai fazer diferença, sendo um intermediário até uma solução definitiva.

Um estudo divulgado ainda em março pela prefeitura estima que o número de pacientes que precisarão de leitos de UTI devido à covid-19 em Caxias do Sul pode chegar a 345 — acima da capacidade de atendimento do município. Neste caso, os respiradores desenvolvidos pela UCS podem ser essenciais no enfrentamento da pandemia.

Leia também:
Estudo aponta que muitas empresas de Bento não têm plano para encarar a pandemia
Sexta-feira Santa em Caxias do Sul não terá encenação da Via Sacra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros