O antigo armazém da família Calcagnotto - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Memória15/04/2020 | 07h00Atualizada em 15/04/2020 | 07h00

O antigo armazém da família Calcagnotto

Trajetória da família teve início em Carlos Barbosa

O antigo armazém da família Calcagnotto Acervo de família/Divulgação
Angelo, Normelha, Cândido e Ermida Calcagnotto no pioneiro armazém, nos anos 1940 Foto: Acervo de família / Divulgação

Dando sequência às lembranças da firma Irmãos Calcagnotto & Cia Ltda, tema da coluna desta terça-feira, trazemos nesta quarta-feira uma parte pitoresca de toda essa trajetória, recordada por dona Siena Calcagnotto Darsie, 89 anos, a última das filhas dos pioneiros Antonio e Marieta Giacomet Calcagnotto, e pela filha Luiza Darsie da Motta.

Leia mais
Primórdios da firma Irmãos Calcagnotto & Cia Ltda
Memória: inauguração do Super Calcagnotto em 1975 

Trata-se da formação da família a partir da união de um viúvo e uma viúva. Morador de Carlos Barbosa, Antonio Calcagnotto perdera a primeira esposa durante a Gripe Espanhola de 1918. Pai de seis filhos (Cândido, Guerino, Severino, Angelo, Mônica e Clementina), ele foi informado por um amigo que “havia uma viúva muito bonita em Fazenda Souza”. Foi quando conheceu a jovem Maria (Marieta) Giacomet Picolli, então mãe de duas filhas, Norma e Normelha. Não deu outra. 

O casamento ocorreu em meados de 1923, nascendo dessa união mais cinco filhos: Ermida, Minadam, Siena, Nelson e Dardane, que, somados aos seis dele e dois dela, completaram uma prole de 13 descendentes. 

Morando em Carlos Barbosa, a família manteve-se administrando um hotel até por volta dos anos 1930, quando parte dos irmãos (Cândido, Guerino, Angelo e Mônica) chegou a Caxias para instalar o pioneiro armazém de secos & molhados da esquina das ruas Sinimbu e Visconde de Pelotas – mesclando, a partir daí, o nome Calcagnotto ao comércio e ao desenvolvimento da cidade. 

Para se ter uma ideia, em 1965 – ano do surgimento do primeiro moderno supermercado da rede –, as Organizações Calcagnotto abarcavam, além da pioneira loja da Rua Sinimbu esquina com a Visconde de Pelotas, a Auto Palácio, a Comercial de Máquinas Caxias Ltda, a Viaturas Força Diesel Ltda, a Importadora Calcagnotto, a Eletrônica Calcagnotto, a Aliança Gaúcha Companhia de Seguros Gerais e a lendária Livraria Calcagnotto, na Avenida Júlio, em frente a então Praça Rui Barbosa.      

Registro dos primórdios

Na foto maior acima, o pioneiro armazém de secos & molhados dos irmãos Calcagnotto abarrotado de cestas e guloseimas de Páscoa, provavelmente no início dos anos 1940.  Junto ao balcão estão Angelo Calcagnotto, o Angelim (o segundo, a partir da esquerda), Normelha e Cândido Calcagnotto (atrás da cesta de Páscoa). À direita, a jovem Ermida Calcagnotto (de saia branca).

As crianças? Talvez moradores próximos ou integrantes das famílias Torresini e Mattana, vizinhas da loja, localizada na esquina das ruas Sinimbu e Visconde de Pelotas. Ao lado, dois anúncios garimpados nos jornais Diário do Nordeste e Pioneiro de 1951, enaltecendo o “pagamento em módicas prestações mensais”.

Anúncios antigos da firma  Irmãos Calcagnotto & Cia Ltda nos anos 1950, nos jornais Pioneiro e Diário do Nordeste<!-- NICAID(14476398) -->
Anúncio no Pioneiro de 1950 destacava o prédio da esquina da Sinimbu com a Visconde e a venda de máquinas de costuraFoto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores / Reprodução
Anúncios antigos da firma  Irmãos Calcagnotto & Cia Ltda nos anos 1950, nos jornais Pioneiro e Diário do Nordeste<!-- NICAID(14476397) -->
Anúncio no Diário do Nordeste de 1951 destacava também a Livraria Calcagnotto, junto à Praça Rui BarbosaFoto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores / Reprodução

Histórias de Dona Siena

Um emocionante e detalhado histórico da família Calcagnotto está disponível em vídeo no Youtube. Trata-se do depoimento de dona Siena Maria Calcagnotto Darsie, 89 anos, a última das filhas de Antonio e Marieta Calcagnotto. Todas essas lembranças foram compartilhadas durante o último encontro da família, realizado em 12 de maio de 2018, no Samuara Hotel. Tudo ao som de “Torna a Surriento”...

Leia também
Para romper barreiras do diagnóstico, UCS projeta abrir centro de testes na próxima semana em Caxias
Comércio caxiense tem perdas de quase 90% no faturamento, segundo Sindilojas
Quanto cada cidade da Serra recebeu de recursos extras do Ministério da Saúde

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros