Ministério cadastra profissionais de 14 áreas da saúde - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pandemia02/04/2020 | 21h12Atualizada em 02/04/2020 | 21h12

Ministério cadastra profissionais de 14 áreas da saúde

Preenchimento de formulário online é obrigatório, mas não é convocação

Ministério cadastra profissionais de 14 áreas da saúde Divulgação/Divulgação
Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, falou sobre cadastramento em coletiva na tarde desta quinta-feira Foto: Divulgação / Divulgação

O Ministério da Saúde publicou nesta quinta-feira (2) no Diário Oficial da União uma portaria para cadastramento de profissionais de 14 áreas da saúde para atuar no combate à pandemia causada pelo novo coronavírus. A portaria 639, editada no último dia 31, institui a Ação Estratégica "O Brasil Conta Comigo". 

Leia mais
Profissionais da saúde são a primeira linha no combate contra o coronavírus

Para além do cadastro, a ação é voltada para capacitação de profissionais de serviço social, biologia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia e técnicos em radiologia. Eles receberão cursos online conforme os protocolos do MS.

Na entrevista coletiva que concedeu na tarde desta quinta, o ministro Luiz Henrique Mandetta, disse que não se trata de uma convocação, neste momento, e sim de um cadastro para ver quais os profissionais estão disponíveis para o enfrentamento da covid-19 em todo o país. 

– A Lei prevê a requisição de bens e serviços. Se precisarmos, vamos requisitar. Por enquanto, queremos um cadastro para saber quem pode ajudar – falou o ministro.

Aos conselhos profissionais nas áreas da saúde caberá enviar ao Ministério os dados dos profissionais e comunicar aos seus registrados que realizem o preenchimento dos formulários eletrônicos de cadastramento disponibilizados no site registrarh-saude.dataprev.gov.br. O profissional deverá fazer o cadastro e manter as informações atualizadas.

O MS deverá identificar e informar aos conselhos os profissionais que não atenderam à comunicação. As medidas da Ação Estratégica serão executadas enquanto perdurar o estado de emergência de saúde pública decorrente da covid-19.

Leia também:
Caxias deve receber primeiros leitos de UTI do Estado na semana que vem

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros