Hospital veste recém-nascidos de "coelhinhos" em homenagem à Páscoa em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Fofura10/04/2020 | 15h54Atualizada em 10/04/2020 | 15h57

Hospital veste recém-nascidos de "coelhinhos" em homenagem à Páscoa em Caxias

Bebês ganharam cenoura de tecido, manta laranja e um agasalho com orelhinhas

Hospital veste recém-nascidos de "coelhinhos" em homenagem à Páscoa em Caxias Vanessa Galiotto/Divulgação
Bebês foram reunidos no berçário especialmente para a foto Foto: Vanessa Galiotto / Divulgação

A maternidade do Hospital do Círculo, em Caxias do Sul, ganhou uma dose extra de fofura nesta semana. Os bebês que nascerem até domingo são entregues aos pais com uma roupinha especial em homenagem à Páscoa. Os trajes dos “pequenos coelhinhos” foram confeccionados pelo setor de costura da instituição.

A roupinha dos recém-nascidos teve direito à cenoura de tecido, à manta laranja e um agasalho com orelhinhas. Alguns bebês também posaram para as fotos com um traje mais leve, nas cores azul e rosa.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRARIL, 10/04/2020. Bebês que nasceram no Hospital do Círculo entre a quinta-feira (9) e o domingo (12) são entregues com uma roupa especial em homenagem à Páscoa. (Vanessa Galiotto/Divulgação)<!-- NICAID(14474336) -->
Foto: Vanessa Galiotto / Divulgação

— Fizemos uma ação parecida no Natal do ano passado. Mas agora tem um significado mais especial ainda, porque estamos vivendo um momento de muita angústia, muita incerteza em relação a esse cenário do coronavírus. Mais do que nunca, quisemos retratar as coisas boas da vida. E celebrar o renascimento, a Páscoa — explica a diretora de serviços próprios do Hospital do Círculo, Isabel Cristina Bertuol.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRARIL, 10/04/2020. Bebês que nasceram no Hospital do Círculo entre a quinta-feira (9) e o domingo (12) são entregues com uma roupa especial em homenagem à Páscoa. (Vanessa Galiotto/Divulgação)<!-- NICAID(14474342) -->
Foto: Vanessa Galiotto / Divulgação

O esforço da equipe foi ainda mais especial, já que toda a atenção dos profissionais está na produção de máscaras para prevenção do coronavírus.

— A equipe estava intensivamente envolvida na confecção das máscaras de tecido que foram distribuídas aos quase mil funcionários. Mesmo assim, não deixamos de manter o planejamento e a execução do projeto, pois retratar a vida e preservá-la é um dos nossos valores — acrescenta Isabel, ressaltando que o hospital realiza cerca de 150 partos mensais.

Um dos nascimentos que ganhou a roupinha temática foi o da pequena Ana Liz Salvati Fernandes, que nasceu na noite de quarta-feira (8), de parto normal.

— Foi uma grata surpresa. Um trabalho muito sensível. E neste momento é o que estamos precisando, de sensibilidade — diz a mãe Aline Salvati Fernandes, que já se recupera em casa com a filha.  

Leia também   
Pandemia de coronavírus está adiando eventos e festas para o segundo semestre em Caxias Sul
Fiéis realizam a confissão no estacionamento da Igreja de São Pelegrino, em Caxias do Sul
Confirmada 15ª morte por covid-19 no Rio Grande do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros